“GORDINHOS”, “GORDINHAS” E O PAPEL DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

Autores

  • Julio Cesar Ribeiro UNIPLAC
  • Carmen Lúcia Fornari Diez UNIPLAC

Resumo

A obesidade talvez seja o maior problema relacionado à saúde que a sociedade moderna esteja enfrentando. As tecnologias, juntamente com a globalização, trouxeram muitos benefícios, mas também inúmeras comodidades que tornam o homem adulto, como também as crianças e adolescentes, sedentários. A presente pesquisa caracterizou-se como de campo, quantitativa e qualitativa, embasada, principalmente, nas ideias de: Guedes e Guedes, Kacth e McArdle, Pollock e Wilmore. A literatura descreve inúmeros fatores que contribuem para o sobrepeso e a obesidade, nas crianças e adolescentes, destacam-se, porém, dois aspectos: os internos e os externos. Por meio do critério do Índice de Massa Corporal (IMC), a presente pesquisa empírica foi realizada com o universo total de  284 crianças e adolescentes inseridos na educação física escolar, intencionalmente, enquadrando-os como normais, com sobrepeso ou obesos, segundo tabulação de Must, Dallal e Diezt (1991). A pesquisa evidenciou na classificação total 82% dos alunos enquadrando-se como normais, 11% com sobrepeso e 7% obesos. No que se refere ao questionário entregue à direção da Escola Básica Urbano Salles, instituição estudada, pode-se verificar que a direção da escola trocou inúmeros produtos industrializados por naturais, e fornece merenda supervisionada por nutricionista. Contudo, para se combater esta doença moderna, é preciso uma luta conjunta, um modelo de prevenção, englobando profissionais da saúde, professores, direção, pais e os próprios alunos, onde que a adequação de novos hábitos é a maior arma de combate à obesidade infantil e em adolescentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Ribeiro, J. C., & Diez, C. L. F. (2011). “GORDINHOS”, “GORDINHAS” E O PAPEL DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR. Colóquio Internacional De Educação, 1(1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/coloquiointernacional/article/view/1251

Edição

Seção

Eixo 5. Educação, Diversidade e Justiça Social