A PREOCUPAÇÃO COM A QUALIDADE NA EDUCAÇÃO: CONSOLIDAÇÃO DO MERCADO CAPITALISTA OU PROPOSTA DE UMA EDUCAÇÃO QUESTIONADORA, LIBERTADORA E HUMANIZADORA?

Autores

  • Cleidiana Watte UNOESC

Resumo

O artigo tem como objetivo refletir sobre a atual preocupação com a qualidade na educação. Questiona-se se a preocupação com a qualidade na educação objetiva a consolidação do mercado capitalista ou uma proposta de educação questionadora, libertadora e humanizadora. Destacam-se as reflexões sobre o mercado da exclusão e da indiferença, a educação no mundo mercadológico, a preocupação com a “qualidade total” e uma proposta de educação humanizadora. Considera-se que não há como negar nossa condição de sociedade capitalista, tampouco negar que a escola e a educação formal servem ao capitalismo à medida que se preocupam com a “qualidade total”; impõem a padronização do processo de ensino e aprendizagem por meio das avaliações em larga escala e das políticas públicas; movem-se na lógica da diplomação e no atingimento de metas, promovendo a capacitação para o mercado. Por outro lado, a escola representa um espaço possível de questionamentos e reflexões sobre os limites da forma de viver capitalista; a lógica da exclusão; indiferença e marginalização que a sustenta; as formas de acabar com a pobreza e desigualdades; a escola como um espaço de renúncia à padronização e imposições; de diálogo de socialização de conhecimentos, de aprendizagem ativa; de seres humanos em construção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Watte, C. (2011). A PREOCUPAÇÃO COM A QUALIDADE NA EDUCAÇÃO: CONSOLIDAÇÃO DO MERCADO CAPITALISTA OU PROPOSTA DE UMA EDUCAÇÃO QUESTIONADORA, LIBERTADORA E HUMANIZADORA?. Colóquio Internacional De Educação, 1(1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/coloquiointernacional/article/view/1241

Edição

Seção

Eixo 5. Educação, Diversidade e Justiça Social