DA QUALIDADE EM EDUCAÇÃO À ÉTICA

  • Anderson Luiz Tedesco UNOESC
  • Roque Strieder UNOESC

Resumo

Durante os últimos anos, alguns encontros nacionais e internacionais tem se tornado palco de reflexões sobre as práticas educativas nos países da América Latina; percebe-se uma preocupação pormenorizada acerca do conceito de qualidade em educação. objetivo deste artigo é discutir a respeito do conceito de Qualidade em Educação pensado pelos Organismos Internacionais – propondo-se estruturar a seguinte problemática: será possível, pensar em um conceito de qualidade em educação fundamentado na ética? Para tanto, realizou-se um estudo bibliográfico, abordando aspectos históricos e filosóficos – no que se refere a origem do conceito de qualidade no ocidente – embasando essa busca reflexiva no pensamento do filósofo Henrique C. de Lima Vaz, no sociólogo Zygmunt Bauman e no teólogo Francisco Augusto Carmil Catão, entre outros, e nas discussões oriundas dos encontros nacionais e internacional sobre a Qualidade da Educação nos países que compõem a Cúpula das Américas e de modo especial o Brasil. Portanto, consideraram-se três vias justificativas na elaboração desse estudo: a primeira o conceito de qualidade compreendido como polissêmico, a segunda uma crítica às concepções mercadológicas sobre a qualidade em educação e a terceira uma análise da ética na construção de uma qualidade em educação que valorize o surgimento de uma sociedade fundamentada na justiça, na solidariedade e, sobretudo, no espírito ético que se ocupa e se preocupa com a comunidade.
Como Citar
Tedesco, A. L., & Strieder, R. (1). DA QUALIDADE EM EDUCAÇÃO À ÉTICA. Colóquio Internacional De Educação, 1(1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/coloquiointernacional/article/view/1183