Anuário Pesquisa e Extensão Unoesc Xanxerê https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux <p>E-ISSN 2526-3269</p> <p>Publicação contínua – o conteúdo e a revisão do texto são de responsabilidade dos autores.</p> Universidade do Oeste de Santa Catarina pt-BR Anuário Pesquisa e Extensão Unoesc Xanxerê 2526-3269 <ol type="a"><li>Autores mantém os direitos autorais e concedem à Editora Unoesc o direito da publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</li></ol> Folha de Rosto https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23683 Editora Unoesc Copyright (c) 2019 Editora Unoesc 2019-12-17 2019-12-17 5 (PER)CURSO DE PRODUÇÃO TEXTUAL https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23874 <p>Esta atividade objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído na Universidade. No componente curricular de Produção de Textos, os alunos são incentivados a leituras que, além de subsidiarem a escrita de textos, auxiliam a estabelecer ponte intelectual com a área do curso que frequentam. Após, os estudantes escrevem texto dissertativo e, com essa produção e nesse (per)curso, estabelecem relações de sentido pragmáticas. Isso contribui com a qualificação dos acadêmicos, o acesso da comunidade ao que é produzido nos cursos da Unoesc, além de disseminar a importância da Língua Portuguesa e da competência linguística. A seguir,&nbsp; textos produzidos por acadêmicos de Direito.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Mateus Dalla Riva Stéfani Gabiatti Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Mateus Dalla Riva, Stéfani Gabiatti 2020-03-09 2020-03-09 5 e23874 e23874 PRODUÇÃO DE TEXTOS NO DIREITO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23873 <p>Esta atividade objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído na Universidade. No componente curricular de Produção de Textos, os alunos são incentivados à leituras que, além de subsidiarem a escrita de textos, auxiliam a estabelecer ponte intelectual com a área do curso que frequentam. Após, os estudantes escrevem texto dissertativo e, com essa produção e nesse (per)curso, estabelecem relações de sentido pragmáticas. Isso contribui com a qualificação dos acadêmicos, o acesso da comunidade ao que é produzido nos cursos da Unoesc, além de disseminar a importância da Língua Portuguesa e da competência linguística. A seguir,&nbsp; textos produzidos por acadêmicos de Direito.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Érica Aparecida Rörig Rörig Leandro Gromoski Lorien Formighiere da Silva Mariana Faricóski Pereira da Silva Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Érica Aparecida Rörig Rörig, Leandro Gromoski, Lorien Formighiere da Silva, Mariana Faricóski Pereira da Silva 2020-03-09 2020-03-09 5 e23873 e23873 PRODUÇÃO TEXTUAL NO DIREITO: ALGUMAS REFLEXÕES https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23872 <p>Esta atividade objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído na Universidade. No componente curricular de Produção de Textos, os alunos são incentivados à leituras que, além de subsidiarem a escrita de textos, auxiliam a estabelecer ponte intelectual com a área do curso que frequentam. Após, os estudantes escrevem texto dissertativo e, com essa produção e nesse (per)curso, estabelecem relações de sentido pragmáticas. Isso contribui com a qualificação dos acadêmicos, o acesso da comunidade ao que é produzido nos cursos da Unoesc, além de disseminar a importância da Língua Portuguesa e da competência linguística. A seguir,&nbsp; textos produzidos por acadêmicos de Direito.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Amanda Sbardelotto Dilmar dos Santos Emanuele Perotto Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Amanda Sbardelotto, Dilmar dos Santos, Emanuele Perotto 2020-03-09 2020-03-09 5 e23872 e23872 PROJETO DE EXTENSÃO: DIREITO E CÁRCERE: REMIÇÃO DA PENA PELA LEITURA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23876 <p>O&nbsp; Projeto de Extensão Universitária do curso de graduação em Direito da Universidade do Oeste de Santa Catarina – Unoesc Xanxerê, intitulado “Direito e Cárcere – Remição da Pena pela Leitura”, em parceria com o Presídio Regional de Xanxerê, estado de Santa Catarina, é estimulado e amparado&nbsp; pela&nbsp; Lei de Execução Penal (BRASIL, 2011), pela Recomendação n. 44 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ, 2013), pelos princípios orientadores das Diretrizes Nacionais para a Educação em Estabelecimentos Penais (BRASIL, 2010). Esses marcos normativos para a Educação em Prisões no Brasil, especificamente no que concerne à remição da pena pela leitura dos sujeitos que estão atrás das grades, são a textualidade da Lei que ampara esse projeto de extensão universitária.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Fernanda Oliveira Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Fernanda Oliveira 2020-03-11 2020-03-11 5 e23876 e23876 TÉCNICAS DE EXPRESSÃO ORAL: XXI EDIÇÃO DO CONCURSO DE ORATÓRIA NO CURSO DE DIREITO DA UNOESC XANXERÊ https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23861 <p>O Concurso de Oratória é realizado desde 2006 no curso de Direito da Unoesc Xanxerê. Já são 21 edições. Após evento preliminar, os finalistas passam por banca avaliadora. Em cada edição, houve a contribuição de dirigentes da Unoesc, Coordenadores do Curso de Direito, Presidentes da OAB - Subseção de Xanxerê, Assessores de Comunicação e Marketing da Unoesc, Comunicador Jorge Luiz Barfknecht e &nbsp;Professores do curso de Direito da Unoesc Xanxerê. A plateia é formada por acadêmicos, familiares e amigos dos oradores e os discursos abordam temas com ênfase na área jurídica. Superar o medo de falar - e de falhar - em público é desafiante. Parabéns aos oradores de todas as edições! O Concurso se traduz em aprendizado cultural e científico. &nbsp;A seguir, textos dos discursos de oradores da XXI edição.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Jeferson Carlos Brunetto Brunetto Julio Cesar Rossetto Rodrigo Machado Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Jeferson Carlos Brunetto Brunetto , Julio Cesar Rossetto, Rodrigo Machado 2020-03-09 2020-03-09 5 e23861 e23861 XXI CONCURSO DE ORATÓRIA NO CURSO DE DIREITO DA UNOESC XANXERÊ https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23862 <p>O Concurso de Oratória é realizado desde 2006 no curso de Direito da Unoesc Xanxerê. Já são 21 edições. Após evento preliminar, os finalistas passam por banca avaliadora. Em cada edição, houve a contribuição de dirigentes da Unoesc, Coordenadores do Curso de Direito, Presidentes da OAB - Subseção de Xanxerê, Assessores de Comunicação e Marketing da Unoesc, Comunicador Jorge Luiz Barfknecht e &nbsp;Professores do curso de Direito da Unoesc Xanxerê. A plateia é formada por acadêmicos, familiares e amigos dos oradores e os discursos abordam temas com ênfase na área jurídica. Superar o medo de falar - e de falhar - em público é desafiante. Parabéns aos oradores de todas as edições! O Concurso se traduz em aprendizado cultural e científico. &nbsp;A seguir, textos dos discursos de oradores da XXI edição.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Bruna Lucas Rosane Narciso Nunes Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Bruna Lucas, Rosane Narciso Nunes 2020-03-09 2020-03-09 5 e23862 e23862 XXI CONCURSO DE ORATÓRIA NO CURSO DE DIREITO DA UNOESC XANXERÊ https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23864 <p>O Concurso de Oratória é realizado desde 2006 no curso de Direito da Unoesc Xanxerê. Já são 21 edições. Após evento preliminar, os finalistas passam por banca avaliadora. Em cada edição, houve a contribuição de dirigentes da Unoesc, Coordenadores do Curso de Direito, Presidentes da OAB - Subseção de Xanxerê, Assessores de Comunicação e Marketing da Unoesc, Comunicador Jorge Luiz Barfknecht e &nbsp;Professores do curso de Direito da Unoesc Xanxerê. A plateia é formada por acadêmicos, familiares e amigos dos oradores e os discursos abordam temas com ênfase na área jurídica. Superar o medo de falar - e de falhar - em público é desafiante. Parabéns aos oradores de todas as edições! O Concurso se traduz em aprendizado cultural e científico. &nbsp;A seguir, textos dos discursos de oradores da XXI edição.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Erickson Rodrigues do Espírito Santo Fernando Augusto Dalla Costa João Carlos dos Santos Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Erickson Rodrigues do Espírito Santo, Fernando Augusto Dalla Costa, João Carlos dos Santos 2020-03-09 2020-03-09 5 e23864 e23864 XXI CONCURSO DE ORATÓRIA NO CURSO DE DIREITO DA UNOESC XANXERÊ https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23866 <p>O Concurso de Oratória é realizado desde 2006 no curso de Direito da Unoesc Xanxerê. Já são 21 edições. Após evento preliminar, os finalistas passam por banca avaliadora. Em cada edição, houve a contribuição de dirigentes da Unoesc, Coordenadores do Curso de Direito, Presidentes da OAB - Subseção de Xanxerê, Assessores de Comunicação e Marketing da Unoesc, Comunicador Jorge Luiz Barfknecht e &nbsp;Professores do curso de Direito da Unoesc Xanxerê. A plateia é formada por acadêmicos, familiares e amigos dos oradores e os discursos abordam temas com ênfase na área jurídica. Superar o medo de falar - e de falhar - em público é desafiante. Parabéns aos oradores de todas as edições! O Concurso se traduz em aprendizado cultural e científico. &nbsp;A seguir, textos dos discursos de oradores da XXI edição.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Alessandra Tadiotto Camila de Cássia de Santi Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Alessandra Tadiotto, Camila de Cássia de Santi 2020-03-09 2020-03-09 5 e23866 e23866 ARQUITETURA E URBANISMO: REFLEXÕES A PARTIR DE PRODUÇÃO TEXTUAL https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23871 <p>Esta atividade objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído na Universidade. No componente curricular de Produção de Textos, os alunos são incentivados à leituras que, além de subsidiarem a escrita de textos, auxiliam a estabelecer ponte intelectual com a área do curso que frequentam. Após, os estudantes escrevem texto dissertativo e, com essa produção e nesse (per)curso, estabelecem relações de sentido pragmáticas. Isso contribui com a qualificação dos acadêmicos, o acesso da comunidade ao que é produzido nos cursos da Unoesc, além de disseminar a importância da Língua Portuguesa e da competência linguística. A seguir,&nbsp; texto produzido por aluna de Arquitetura e Urbansimo</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Juliane Maria Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Juliane Maria 2020-03-09 2020-03-09 5 e23871 e23871 PRODUÇÃO TEXTUAL NA ENGENHARIA CIVIL https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23870 <p>Esta atividade objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído na Universidade. No componente curricular de Produção de Textos, os alunos são incentivados à leitura de artigos científicos que, além de subsidiarem a escrita de textos, auxiliam a estabelecer ponte intelectual com a área do curso que frequentam. Após, os estudantes escrevem texto dissertativo e, com essa produção e nesse (per)curso, estabelecem relações de sentido pragmáticas. Isso contribui com a qualificação dos acadêmicos, o acesso da comunidade ao que é produzido nos cursos da Unoesc, além de disseminar a importância da Língua Portuguesa e da competência linguística. A seguir, &nbsp;textos produzidos por alunos de Engenharia Civil.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Alex Sandro Boschetti Carla Maria Bazzi Marcelo Augusto de Souza Pinto Kuszta Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Alex Sandro Boschetti, Carla Maria Bazzi, Marcelo Augusto de Souza Pinto Kuszta 2020-03-09 2020-03-09 5 e23870 e23870 A TESSITURA DE RESENHAS CRÍTICAS NO CURSO DE ENFERMAGEM https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23992 <p>Esta atividade de socialização de resenhas críticas - produzidas por acadêmicos da 7ª fase de Enfermagem da Unoesc Xanxerê - objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula: em encontros presenciais e, também, com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, ao alcance da comunidade acadêmico-científica. No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigos científicos da área de Enfermagem, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc&nbsp; e&nbsp; com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Emilly Paula Bolzan Bruna Balena Andressa Carolina Guinzelli Gil da Silva Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Emilly Paula Bolzan, Bruna Balena, Andressa Carolina Guinzelli Gil da Silva 2020-04-20 2020-04-20 5 e23992 e23992 (PER)CURSO UNIVERSITÁRIO: PRODUÇÃO DE RESENHAS CRÍTICAS POR DISCENTES DO CURSO DE ENFERMAGEM https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23984 <p>Esta atividade de socialização de resenhas críticas - produzidas por acadêmicos da 7ª fase de Enfermagem da Unoesc Xanxerê - objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula: em encontros presenciais e, também, com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.&nbsp; No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigo científico da área de Enfermagem, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa proposta. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc à comunidade e&nbsp; com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Lara Amanda Barbosa Scarlett Brizola Bueno Suzana Kelly Santana Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Lara Amanda Barbosa, Scarlett Brizola Bueno, Suzana Kelly Santana 2020-04-20 2020-04-20 5 e23984 e23984 PRODUÇÃO TEXTUAL DE RESENHAS CRÍTICAS NO CURSO DE ENFERMAGEM https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23991 <p>Esta atividade de socialização de resenhas críticas - produzidas por acadêmicos da 7ª fase de Enfermagem da Unoesc Xanxerê - objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula: em encontros presenciais e, também, com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, ao alcance da comunidade acadêmico-científica. No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigos científicos da área de Enfermagem, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc&nbsp; e&nbsp; com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Sabrina Toaldo Barbosa Thaiane Lemes Sembraneli Andressa Pereira Ferreira Larisse Eduarda Boiani Yolanda Cristina Lins Volpato Ferreira Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Sabrina Toaldo Barbosa , Thaiane Lemes Sembraneli, Andressa Pereira Ferreira, Larisse Eduarda Boiani, Yolanda Cristina Lins Volpato Ferreira 2020-04-20 2020-04-20 5 e23991 e23991 RESENHA CRÍTICA NO CURSO DE ENFERMAGEM: PRODUÇÃO TEXTUAL CIENTÍFICA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23994 <p>Esta atividade de socialização de resenhas críticas - produzidas por acadêmicos da 7ª fase de Enfermagem da Unoesc Xanxerê - objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula: em encontros presenciais e, também, com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, ao alcance da comunidade acadêmico-científica. No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigos científicos da área de Enfermagem, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc&nbsp; e&nbsp; com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Evellyn Araujo de Eurik Kelyn Cristina Ostroski Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Evellyn Araujo de Eurik, Kelyn Cristina Ostroski 2020-04-20 2020-04-20 5 e23994 e23994 SOCIALIZAÇÃO DE CONHECIMENTO: PRODUÇÃO TEXTUAL DE RESENHAS CRÍTICAS NO CURSO DE ENFERMAGEM https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/23990 <p>Esta atividade de socialização de resenhas críticas - produzidas por acadêmicos da 7ª fase de Enfermagem da Unoesc Xanxerê - objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula: em encontros presenciais e, também, com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, ao alcance da comunidade acadêmico-científica. No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigos científicos da área de Enfermagem, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc&nbsp; e&nbsp; com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Luiz Eduardo Borges Pires Gabriéli Teixeira de Freitas Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Luiz Eduardo Borges Pires, Gabriéli Teixeira de Freitas 2020-04-20 2020-04-20 5 e23990 e23990 (PER)CURSO ACADÊMICO-CIENTÍFICO NO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24636 <p>Esta atividade de socialização de resenhas críticas - produzidas por acadêmicos da 7ª fase do curso de Educação Física da Unoesc Xaxim &nbsp;- objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula, &nbsp;com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica. No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigo científico da área, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa proposta. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc à comunidade e com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Felipe Panizzi Kauane Czikaczevski Thiago Cassol Beal Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Felipe Panizzi, Kauane Czikaczevski, Thiago Cassol Beal 2020-07-02 2020-07-02 5 e24636 e24636 PRODUÇÃO ACADÊMICO-CIENTÍFICA NO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA: RESENHA CRÍTICA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24639 <p>Esta atividade de socialização de resenhas críticas - produzidas por acadêmicos da 7ª fase do curso de Educação Física da Unoesc Xaxim&nbsp; - objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula,&nbsp; com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica. No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigo científico da área, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa proposta. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc à comunidade e com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Angelo Antonio Lanfredi Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Angelo Antonio Lanfredi 2020-07-02 2020-07-02 5 e24639 e24639 O TEXTO CIENTÍFICO "RESENHA CRÍTICA" NO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24641 <p>Esta atividade de socialização de resenhas críticas - produzidas por acadêmicos da 7ª fase do curso de Educação Física da Unoesc Xaxim&nbsp; - objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula,&nbsp; com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica. No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigo científico da área, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa proposta. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc à comunidade e com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Karine Candiotto Kemerich Taís Roman Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Karine Candiotto Kemerich, Taís Roman 2020-07-02 2020-07-02 5 e24641 e24641 A PRODUÇÃO TEXTUAL CIENTÍFICA NO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA: A TESSITURA DA RESENHA CRÍTICA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24642 <p>Esta atividade de socialização de resenha crítica - produzida por acadêmica da 7ª fase do curso de Educação Física da Unoesc Xaxim&nbsp; - objetiva dar visibilidade ao conhecimento construído a partir da esfera da sala de aula,&nbsp; com os desafios impostos pela Covid-19, em aulas on-line, mediadas pela tecnologia, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica. No componente de Produção Textual solicitou-se a leitura de artigo científico da área, buscando ampliar o repertório de leitura dos acadêmicos e estabelecer diálogo intertextual com a ementa proposta. A publicação ora proposta contribui com a disseminação do conhecimento produzido na Unoesc à comunidade e com a qualificação dos acadêmicos deste curso.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Luciane Cadore Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset, Luciane Cadore 2020-07-02 2020-07-02 5 e24642 e24642 A NOÇÃ0 DE SUJEITO: PONTOS DE APROXIMAÇÃO E PONTOS DE DISTANCIAMENTO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24020 <p>Apresenta-se aqui a produção de resenha temática que se propõe a discutir a noção de sujeito - pontos de aproximação e pontos de distanciamento - sob a perspectiva teórica da Análise de Discurso de vertente francesa. Os &nbsp;textos que concedem suporte teórico à esta produção evidenciam o encontro necessário de historiadores, linguistas e psicanalistas pois, conforme Pêcheaux (2009), faz-se necessário tocar o triplo real da língua, da história, do inconsciente. Nesse sentido, com Orlandi (2001) compreende-se que a noção de sujeito está imbricada com a linguagem e com a história, em seu movimento, em suas rupturas e em seus deslocamentos. &nbsp;</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-22 2020-04-22 5 e24020 e24020 RESENHA CRÍTICA DA DISSERTAÇÃO DE LAURO BALDINI: A NOMENCLATURA GRAMATICAL BRASILEIRA INTERPRETADA, DEFINIDA, COMENTADA E EXEMPLIFICADA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24024 <p>Esta atividade de socialização de resenha crítica objetiva disseminar e dar visibilidade ao conhecimento construído a partir de reflexões da sala de aula, transpondo as paredes físicas da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-22 2020-04-22 5 e24024 e24024 RESENHA CRÍTICA DA OBRA "A REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DA GRAMATIZAÇÃO" https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24021 <p>Esta atividade de socialização de resenha crítica objetiva disseminar e dar visibilidade ao conhecimento construído a partir de reflexões da sala de aula, transpondo as paredes físicas da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-22 2020-04-22 5 e24021 e24021 RESENHA CRÍTICA DA OBRA "COLONIZAÇÃO LINGUÍSTICA - LÍNGUAS, POLÍTICA E RELIGIÃO NO BRASIL (SÉCULOS XVI A XVIII) E NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA (SÉCULO XVIII)", DE AUTORIA DE BETHANIA MARIANI https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24022 <p>Esta atividade de socialização de resenha crítica objetiva disseminar e dar visibilidade ao conhecimento construído a partir de reflexões da sala de aula, transpondo as paredes físicas da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-22 2020-04-22 5 e24022 e24022 RESENHA CRÍTICA DA TESE "MEMÓRIA DA LÍNGUA: IMIGRAÇÃO E NACINALIDADE", DE ONICE PAYER https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24023 <p>Esta atividade de socialização de resenha crítica objetiva disseminar e dar visibilidade ao conhecimento construído a partir de reflexões da sala de aula, transpondo as paredes físicas da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-22 2020-04-22 5 e24023 e24023 RESENHA CRÍTICA DO ARTIGO CIENTÍFICO INTITULADO: "SUJEITO EPISTÊMICO E MATERIALIDADE DO DISCURSO: O EFEITO DE SINGULARIDADE", DA AUTORA MARIA MARTA FURLANETTO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24037 <p>Esta atividade de socialização de resenha crítica objetiva disseminar e dar visibilidade ao conhecimento construído a partir de reflexões da sala de aula, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-27 2020-04-27 5 e24037 e24037 RESUMOS DE TEXTOS SOBRE TEORIAS LINGUÍSTICAS - PARTE I https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24038 <p>Esta atividade de socialização de resumo de textos sobre Teorias Linguísticas objetiva disseminar e dar visibilidade ao conhecimento construído a partir de reflexões da sala de aula, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-27 2020-04-27 5 e24038 e24038 RESUMOS DE TEXTOS SOBRE TEORIAS LINGUÍSTICAS - PARTE II https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24039 <p>Esta atividade de socialização de resumo de textos sobre Teorias Linguísticas - parte II - objetiva disseminar e dar visibilidade ao conhecimento construído a partir de reflexões da sala de aula, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-27 2020-04-27 5 e24039 e24039 TEORIAS LINGUÍSTICAS - LINGUAGEM E COGNIÇÃO - RESUMO DE EXCERTO DO LIVRO "PSICOLINGUÍTICA", DO AUTOR DAN ISAAC SLOBIN https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24040 <p>Esta atividade de socialização de resumo de texto sob a temática de &nbsp;Teorias Linguísticas objetiva disseminar e dar visibilidade ao conhecimento construído a partir de reflexões da sala de aula, transpondo as paredes da Universidade, estando ao alcance da comunidade acadêmico-científica.</p> Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset Copyright (c) 2020 Rossaly Beatriz Chioquetta Lorenset 2020-04-27 2020-04-27 5 e24040 e24040 A PARTICIPAÇÃO PATERNA NO PRÉ-NATAL https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24268 <p>Identificar a importância da presença do pai no pré-natal, bem como destacar os fatores que levam ao não acompanhamento do pai no período gestacional. Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura. Os dados foram coletados na Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), com os descritores cuidados no pré natal e paternidade, sendo que após os critérios de inclusão e exclusão restaram 6 artigos. Resultados: A influência do contexto histórico-cultural, influencia diretamente na adesão e participação dos pais na consulta. A principal justificativa para a não participação é que os horários das consultas coincidem com o horário de trabalho, local em que o parceiro não pode se ausentar para acompanhar a gestante. São inúmeros os benefícios que tal participação paterna pode trazer, tanto para mãe, pai e bebe. Conclusão: Apesar dos inúmeros benefícios que tal participação venha a desencadear, são poucos os companheiros que participam dessas consultas. Nota-se que são escassos os artigos que falam sobre esse teme e ressaltasse a importância de novos estudos nesta área.</p> Charlene Pompermaier Gabriéli Teixeira Freitas Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, Gabriéli Teixeira Freitas 2020-05-27 2020-05-27 5 e24268 e24268 AS DIVERSAS FORMAS DE DEPRESSÃO PÓS-PARTO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24128 <p>Trata-se de um artigo de revisão integrativa sobre depressão pós-parto, bem como seus sinais e sintomas e a importância do profissional enfermeiro frente a esta doença. A pesquisa foi realizada a partir da plataforma de dados Biblioteca Virtual da Saúde, sendo utilizados os descritores (DeCS): depressão AND período pós-parto AND puerpério, foram encontrados 1.548 artigos, dos quais 11 artigos foram selecionados para a leitura seguindo os critérios de inclusão e exclusão.<br>Dos artigos selecionados, os mesmos mostraram que a gravidez e o pós-parto são considerados mudanças importantes na vida da mulher, portanto pode-se perceber que é de suma importância reconhecer e identificar possíveis sinais e sintomas da DPP de forma ampla e eficaz, tendo em vista como maior responsável por esta identificação precoce, o profissional enfermeiro bem como sua equipe, com capacidade suficiente para exercer este papel.</p> <p><br>Palavras-chave: Depressão, Período pós-parto, Puerpério.</p> Eloísa Gabriela Pimentel Marcolan Charlene Pompermaier Kelyn Cristina Ostroski Evellyn Araujo de Eurik Copyright (c) 2020 Eloísa Gabriela Pimentel Marcolan, Charlene Pompermaier, Kelyn Cristina Ostroski, Evellyn Araujo de Eurik 2020-05-09 2020-05-09 5 e24128 e24128 Cuidados de enfermagem ao paciente com Infarto Agudo do Miocárdio https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24115 <p class="TextoResumo">O infarto agudo do miocárdio (IAM) é uma das principais causas de morte e internações hospitalares no mundo. O objetivo deste artigo foi identificar a importância e os principais cuidados de enfermagem ao paciente com IAM no serviço de Urgência e Emergência hospitalar. Trata-se de uma revisão integrativa na plataforma Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), utilizando os Descritores: infarto agudo do miocárdio and cuidados de enfermagem, sendo selecionados 10 artigos após os critérios de exclusão. O atendimento ao paciente com dor torácica, é visto como um emergência, no qual deve-se realizar o ECG, rapidamente, exigindo da equipe preparo e conhecimento, ao se deparar com sintomas do IAM. Após o infarto, a equipe de enfermagem continua atuando no conforto. A equipe de enfermagem pode identificar precocemente os sinais e sintomas do paciente com suspeita de IAM priorizando o ECG e atendimento médico, devendo estar capacitada e baseada em evidências. Também é o profissional que constrói vínculo com o paciente e família durante toda a internação, orientando cuidados e favorecendo a adesão do paciente ao tratamento.</p> <p class="TextoResumo">Palavras-chave: Cuidados de Enfermagem. Infarto Agudo do Miocárdio.</p> Emilly Paula Bolzan Charlene Pompermaier Copyright (c) 2020 Emilly Paula Bolzan, Charlene Pompermaier 2020-05-06 2020-05-06 5 e24115 e24115 DEPRESSÃO E SUICÍCIO NA ADOLESCÊNCIA: UMA REVISÃO DE LITERATURA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24269 <p>A depressão e o suicídio são adoecimentos complexos e cada vez mais recorrentes na adolescência. O objetivo deste estudo foi identificar os principais fatores relacionados com a depressão e o suicídio em adolescentes e instrumentos de identificação precoce dos sintomas. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada na base de dados da Biblioteca Virtual de Saúde contendo os descritores “depressão, suicídio e adolescente”. Após a aplicação dos critérios de elegibilidade, restaram 5 estudos, os quais foram lidos e analisados. Em sua maioria os estudos apresentaram parâmetros internacionais, identificando a carência de estudos nacionais. Foram apresentadas nos resultados alterações hormonais, atividades estressoras e homofobia como principais fatores de risco, bem como, a evidente relação da depressão com o suicídio. Na aplicação de instrumentos para a identificação precoce, os estudos trouxeram escalas de avaliação de humor e estresse, do mesmo modo, a mensuração da concentração de cortisol, auxiliando no diagnóstico clínico e no esclarecimento do adoecimento depressivo em adolescentes. Os profissionais de saúde são responsáveis por estabelecer vínculos intersetoriais, a fim de desenvolverem ações para prevenção, proteção e promoção da saúde, garantindo abordagem individual e coletiva.</p> Charlene Pompermaier Suzana Kelly Santana Scarlett Brizola Bueno Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, Suzana Kelly Santana, Scarlett Brizola Bueno 2020-05-27 2020-05-27 5 e24269 e24269 DOMÍNIO EPIDEMIOLÓGICO DO VETOR AEDES AEGYPTI https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24117 <p>A dengue trata-se de uma doença febril aguda, de origem viral, causada por um vetor, o qual apresenta um risco significativo para a saúde pública especialmente em países tropicais. Objetivou-se compreender a epidemiologia e a importância da notificação para o controle da dengue, bem como os aspectos para o desenvolvimento do vetor e seu controle. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, a partir de publicações científicas indexados na base de dados Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Verificou-se a relevância do processo de notificação dos casos possibilitando a elaboração de protocolos como forma de organizar o trabalho, além da percepção dos aspectos dos criadouros de aedes aegypti que não se adaptam somente em água limpa. Sendo de grande valia o controle vetorial para alertar referente a prevenção de casos.&nbsp; A dengue é uma doença grave, prevenível, com grande impacto na saúde pública, controlar o vetor é a principal medida a ser tomada, conscientizando sobre a eliminação dos possíveis focos existentes.&nbsp;&nbsp;</p> <p>Palavras chave: Notificação de doenças; Dengue; Vetores.&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> Sabrina Toaldo Barbosa Thaiane Lemes Sembraneli Charlene Pompermaier Copyright (c) 2020 Sabrina Toaldo Barbosa, Thaiane Lemes Sembraneli, Charlene Pompermaier 2020-05-06 2020-05-06 5 e24117 e24117 ENFERMAGEM NO CUIDADO DAS LESÕES POR PRESSÃO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24301 <p>Introdução- As lesões por pressão ocorrem pela isquemia tecidual local, por conta da mudança de reflexo de dor, pela ocorrência de deficiências dos nutrientes e isso leva a necrose tecidual. Objetivo- Este trabalho tem como objetivo informar sobre a importância da enfermagem no manejo de lesões de pressão. Métodos- pesquisa de revisão de literatura, os artigos foram escolhidos em relação a temática dos cuidados de enfermagem para a prevenção de lesão por pressão, foi identificados muitos artigos sobre o tema, porém selecionados quatro que respondem ao objetivo da pesquisa, realizada em 20 de março de 2020. Resultados- Para o bom manejo das lesões por pressão sugere-se uma avaliação sistêmica de qualidade, avaliação clínica de enfermagem e localização anatômica da lesão e aplicação da escala de Braden possa se fazer necessária. Se o paciente já apresentar risco de lesão por pressão é sugerível como orientação básica a realização de inspeção diária da pele, mudando o decúbito, manter a pele do paciente hidratada, uso de barreiras protetoras da umidade excessiva e informar a família sobre cuidados para a prevenção de lesões de pressão. A prevenção é considerada meta de segurança do paciente e responsabilidade da equipe multidisciplinar de saúde, familiares e cuidadores. Outro fator importante é a alimentação que influencia diretamente o aparecimento das lesões, peso abaixo dos valores mínimos de normalidade aumentam a vulnerabilidade para formação de lesões por pressão, em contrapartida pacientes obesos, acamados de difícil mobilização pode lesionar os tecidos pela fricção. Conclusão – A enfermagem junto com a instituição de saúde deve buscar implementar protocolos de prevenção e avaliação de risco de lesões de pressão, incluindo identificação precoce dos fatores de risco e nutrição adequada, juntando ao tratamento de patologias associadas se identificadas. Palavras chaves: Lesão por pressão. Prevenção. Cuidados de enfermagem.</p> Elenir Salete Frozza Salvi Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi 2020-05-28 2020-05-28 5 e24301 e24301 FATORES DE RISCO PARA O ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL (AVC) https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24365 <p>A organização mundial da saúde (OMS) caracteriza o Acidente Vascular Cerebral, pelo desenvolvimento rápido de distúrbios focais da função cerebral, com sintomas que podem durar 24 horas ou mais, de etiologia vascular, causando alterações, em planos sensórias, motores e cognitivos, conforme a área de extensão da lesão. A busca de artigos relacionados aos fatores de riscos do Acidente Vascular Cerebral (AVC) em adultos jovens, afim de compreender mais sobre a doença, como causas, sintomas, diagnóstico e mortalidade. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, que buscou compreender o acidente vascular cerebral em jovens. A partir de publicações científicas indexados na base de dados Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) no dia 05 a 12 de março. Procedeu-se a leitura na íntegra dos artigos e foram analisados os seguintes pontos: fatores de risco para AVC em adultos jovens, sinais, sintomas, diagnóstico e mortalidade. Resultados: Como fatores de risco para o AVC em jovens foram encontrados a obesidade, hipertensão arterial, diabetes mellitus, sedentarismo, pré disposições genéticas, doença ateromatosa, fibrilação atrial, uso de anticoncepcional oral combinado e mixoma auricular. Sinais e sintomas foram início súbito de déficits neurológicos faciais, perda de expressão facial, desvio de rima labial, plegia, distúrbio da fala, alteração do nível de consciência, crises convulsivas, acuidade visual, vertigem ou perda de equilíbrio, e dificuldade de deambular. Para o diagnóstico foram utilizados exames de imagens como a tomografia computadorizada e ressonância magnética. E na taxa de mortalidade foram registrados 20 387 óbitos nos anos de 2007 e 2008. Há muitos fatores de risco que o jovem está exposto, e alguns podem ser modificáveis, porém quando os jovens já possuem conhecimento sobre seus antecedentes ele adota hábitos de prevenção mais precocemente, avançando a vida com saúde.&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp; <br>Palavras-chave: Acidente vascular cerebral. Fatores de risco. Adulto jovem.</p> Charlene Pompermaier ANDRESSA PEREIRA FERREIRA LARISSE EDUARDA BOIANI YOLANDA CRISTINA LINS VOLPATO PEREIRA Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, ANDRESSA PEREIRA FERREIRA , LARISSE EDUARDA BOIANI, YOLANDA CRISTINA LINS VOLPATO PEREIRA 2020-06-10 2020-06-10 5 e24365 e24365 PLANTAS MEDICINAIS PARA FINS TERAPÊUTICOS, PRÁTICAS POPULARES DE CURA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA. https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24113 <p>A utilização da medicina tradicional e complementar é um conjunto heterogêneo de práticas, aprendizagens, e culturas antigas, sendo que sua utilização teve um aumento significativo nos sistemas de saúde nos últimos anos. Pretendeu-se identificar o uso das plantas medicinais para fins terapêuticos e práticas populares de cura, buscando compreender o grupo de pessoas que faz uso deste meio de medicina tradicional, quais as plantas mais utilizadas para esta prática e onde são cultivadas. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura a partir de publicações indexadas na base de dados Biblioteca Virtual em Saúde nos dias 05 a 12 de março de 2020, onde foram incluídos 09 artigos. As principais plantas medicinais utilizadas são o hortelã, cidreira, boldo, erva doce, arruda, chuchu, camomila, melissa, guaco, losna, capim santo, alumã, pejo, alecrim, folhas de eucalipto, babosa, canela, mastruz, calêndula, alcachofra, barbatimão, cavalinha, aroeira, araça, carqueja, citronela e folhas de abacateiro. A maioria dos usuários são mulheres, residentes em zona rural, em sua maioria com baixa renda e baixa escolaridade. Referente ao local de cultivo das ervas, são plantadas, cultivadas e colhidas em seus próprios jardins sendo que algumas trocam ervas com vizinhos da comunidade. Evidenciou-se que a prática popular de cura com as plantas medicinais é uma atividade de cultura da população em geral. A enfermagem agrupa o conhecimento com a efetivação de procedimentos técnicos e alternativos, promovendo o cuidado humanizado, integral e multidimensional atuando para prevenir agravos e na promoção e recuperação da saúde. Reconhecendo os profissionais de enfermagem como promotores da saúde, o Conselho Regional de enfermagem de Santa Catarina foi um dos pioneiros a considerar legítima a prescrição de plantas medicinais na forma de chás para uso clínico e terapêutico por enfermeiros fitoterapeutas, desde que com formação e titulação em Terapia Alternativa. Palavras chave: Plantas medicinais. Medicina Tradicional. Cultura. Enfermagem. </p> Natasha Mascarelo Charlene Pompermaier Copyright (c) 2020 Natasha Mascarelo, Charlene Pompermaier 2020-05-06 2020-05-06 5 e24113 e24113 RISCO DE INFECÇÃO POR SÍTIO CIRÚRGICO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24122 <p>As infecções de sítio cirúrgico acometem grande porcentagem de pacientes submetidos a cirurgias em todo o mundo, podendo evoluir desde complicações leves até o óbito. Para se evitar as infecções é importante que as equipes de saúde estejam cientes dos fatores de risco para o seu desenvolvimento, para que assim criem estratégias e métodos de prevenção. Com isso, o objetivo deste estudo foi avaliar quais são os fatores de risco para a infecção de sítio cirúrgico. Trata-se de uma revisão integrativa realizada na Biblioteca Virtual da Saúde com artigos disponíveis em português publicados nos anos 2015 a 2020. Nestes artigos foram encontrados os resultados e as consequências que podem ocorrer de acordo com a ISC. De Acordo com os resultados a infecção tem uma grande incidência em todos os tipos de cirurgias até nas minimamente invasivas e os principais fatores de risco como a obesidade, doenças já pré-existentes, tabaco, procedimentos com longa duração, e demais e foi concluído que para evitar tais acontecimento se deve ter uma boa assepsia do local da cirurgia e da incisão, usar corretamente antibióticos profiláticos e ter um local totalmente esterilizado. <br><br>PALAVRAS-CHAVES: Infecção em sítio cirúrgico. Fatores de risco. Infecção hospitalar.</p> taise trentin Charlene Pompermaier Copyright (c) 2020 taise trentin, Charlene Pompermaier 2020-05-06 2020-05-06 5 e24122 e24122 SERVIÇOS MÉDICOS DE EMERGÊNCIA: CUIDADOS COM A REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR/RESPIRATÓRIA EXTRA HOSPITALAR https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24210 <p>A finalidade deste artigo é identificar as principais ocorrências que levam ao atendimento de reanimação cardiopulmonar extra hospitalar, tempo da ocorrência e chegada do resgate e o conhecimento da equipe na realização da RCP. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, que buscou evidenciar e discutir como os profissionais de serviços móveis de emergência atuam em relação a RCP (reanimação cardiopulmonar). Como critério de inclusão, foram selecionados artigos disponíveis em português publicados entre os anos de 2015 e 2020, tendo como assunto principal reanimação cardiopulmonar, serviços médicos de emergência, parada cardíaca, parada cardíaca extra-hospitalar e massagem cardíaca, totalizando em 10 artigos. Após leitura dos resumos, quatro artigos foram excluídos por abordarem outra temática. Procedeu-se a leitura na íntegra dos artigos e foram analisados os seguintes pontos: principais ocorrências, tempo da ocorrência e chegada do resgate, conhecimento da equipe na realização da RCP. A ocorrência mais atendida foi a clínica, destacando-se a cardiovascular, seguida pela hipertensão arterial sistólica e diabete mellitus. É de grande importância o tempo de deslocamento para o atendimento de parada cardiorrespiratória, pois existe o tempo de ouro, que são os 4 minutos para iniciar as compressões torácicas após a confirmação de PCR, então o atendimento imediato é indispensável. O conhecimento da equipe de socorristas, enfermeiros e médicos precisa ter equilíbrio emocional, o conhecimento teórico-prático, bem como a adequada classificação das funções da equipe por parte destes profissionais, uma vez que, a maior parte da equipe nos atendimentos de RCP é composta por profissionais de enfermagem e os outros profissionais já citado,&nbsp;acima de tudo, o profissional que está com a vítima necessita transmitir segurança à equipe, atuando de forma objetiva e sincronizada.</p> Charlene Pompermaier Bruna Balena SILVA Andressa Carolina Guinzelli Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, Bruna Balena, SILVA Andressa Carolina Guinzelli 2020-05-18 2020-05-18 5 e24210 e24210 TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO OCASIONADO POR ACIDENTE MOTOCICLISTICO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24144 <p>O grande número de acidentes automobilísticos tem sido motivo de<br>grande discussão na atualidade, sendo uma das principais causas de<br>morbimortalidade e é descrita como um problema de saúde pública para<br>alguns autores, pois afeta principalmente a faixa etária ativa da população.<br>O principal trauma e o que causa mais vítimas é o trauma craniano. Tem-se<br>como objetivo demonstrar o perfil epidemiológico das vítimas de acidentes<br>motociclísticos com traumatismo cranioencefálico. Trata-se de uma revisão<br>integrativa da literatura, que buscou evidenciar e discutir a o TCE em<br>acidentes automobilísticos envolvendo motocicletas. Houve predominância<br>do sexo masculino, em idade ativa (jovens adultos), a falta de equipamentos<br>de proteção individual, sexo, idade, uso do álcool e drogas ilícitas sinalizam<br>para o risco de acidentes, tendo como consequência maior gravidade das<br>lesões temporárias ou definitivas.<br>Palavras-chave: Acidentes de Trânsito. Motociclistas. Traumatismo<br>Crâniocerebrais.</p> Lara Barbosa Tamires Comin Charlene Pompermaier Copyright (c) 2020 Lara Barbosa, Tamires Comin, Charlene Pompermaier 2020-05-13 2020-05-13 5 e24144 e24144 A ESPIRITUALIDADE NA PREVENÇÃO DO SUICÍDIO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24179 <p>Trata-se de uma revisão bibliográfica, com os objetivos de entender se há relação entre SAÚDe mental e espiritualidade e se ela pode ser considerada fator de proteção contra o suicídio. O suicídio é um sério problema de SAÚde PÚBlica, em termos mundiais, a mortalidade por suicídio aumentou 60% nos Últimos 45 anos, no Brasil, a média é 4,5 por 100.000 habitantes. Na maioria dos países, o suicídio está entre as dez causas mais comuns de morte e entre as duas ou três causas mais frequentes em adolescentes e adultos jovens. Foi utilizada a base de dados Google Acadêmico, no período de julho a agosto de 2019, com os seguintes descritores: Espiritualidade, prevenção e suicídio. Foram selecionados 141 artigos, todos datados do ano de 2019, em grande parte dos estudos a espiritualidade foi citada como benéfica, das seguintes formas: melhora na imunidade, proteção contra infecções, melhora na qualidade de vida, diminuição de dor, o enfrentamento de doenças, dentre outros. Apenas dois estudos citaram a espiritualidade como responsável direta na prevenção do suicídio e relacionaram-a á recuperação mais rápida de quadros depressivos e como consequência, a diminuição nas tentativas de suicídio. Conclui-se que já existem vários meios de prevenção e detecção de fatores de risco, bem como ações do Ministério da SAÚDe que dão suporte aos pacientes. Para tanto, os profissionais da SAÚDe devem ser treinados adequadamente acerca dos sinais e sintomas, a fim de diminuir o NÚMero de tentativas de suicídio, bem como a maneira correta de abordar a espiritualidade no contexto da saÚDe.</p> Júlia Rossetto Marchetti Roseli Wilhner Suzana Copyright (c) 2020 Júlia Rossetto Marchetti, Roseli Wilhner Suzana 2020-05-18 2020-05-18 5 e24179 e24179 A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA PARA A VIDA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24180 <p>INTRODUÇÃO: A água é o principal componente dos seres vivos, o corpo humano é formado por cerca de 70% de água. A substância está presente em líquidos orgânicos como o sangue, e sem ela, o organismo só funciona por alguns dias. Usar a água de maneira sustentável é preocupação de uma sociedade responsável. OBJETIVO: Reconhecer a importância da água sendo uma substância presente em todos os organismos vivos. METODOLOGIA: Trata- se de um relato de experiência, onde se reuniram alunos do ensino fundamental do turno vespertino de uma escola Indígena do Oeste de Santa Catarina, juntamente com os professores e profissionais da SAÚDe para avaliar as nascentes existentes na aldeia e fazer a recuperação das mesmas. RESULTADOS: A atividade realizada com as crianças possibilitou conscientizá-las acerca da importância da água e sua preservação, também foi ilustrado o porquê da criação do Dia da Água, data esta destinada a reflexão e discussão sobre a relação homem e água. Cada representante de turma plantou uma árvore para que essa fonte seja preservada e, não venha a secar. Além dos benefícios citados anteriormente a água é utilizada de diversas formas, principalmente para alimentação e sobrevivência dos animais e plantas. CONCLUSÃO: A Organização das Nações Unidas criou o dia da água devido a presença de grandes índices de poluição ambiental no planeta. Assim é dever de cada ser humano conservar a água, grande patrimônio mundial, responsável por todo o equilíbrio do planeta Terra. Atividades em conjunto de educação em SAÚDe são de grande importância para a formação escolar.</p> Júlia Rossetto Marchetti Sandra Mendes dos Santos Copyright (c) 2020 Júlia Rossetto Marchetti, Sandra Mendes dos Santos 2020-05-18 2020-05-18 5 e24180 e24180 A importância do pré-natal https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24175 <p>O pré natal é de suma importância na gestação para detectar possíveis patologias maternas e fetais, prevenção de novas e tratamento das já existentes, visando a redução de riscos e desenvolvimento adequado ao feto. Este, quando realizado adequadamente, é capaz de diminuir a morbidade e mortalidade materno infantil, uma vez que a identificação dos riscos gestacionais, permite a orientação e os encaminhamentos necessários em cada momento da gravidez. É direito e dever de toda gestante realizá- lo, está disponível na rede PÚBLica de saÚDe, tendo como amparo a Rede Cegonha, que garante à criança um desenvolvimento embrionário e nascimento adequado e à mãe um atendimento digno e humanizado. É disponibilizado o cartão da gestante, para o registro das informações e intercorrências durante o período, o qual constará anotações sobre as consultas, resultados de exames realizados, vacinas, medidas uterinas, peso, sinais vitais e procedimentos realizados. Cabe ao enfermeiro realizar a consulta de enfermagem, em pré-natal de baixo risco, intercalada com a consulta médica, este orienta sobre a importância do aleitamento materno até o sexto mês de vida, contato mãe/filho ao nascer, cuidados com o recém nascido e cuidados com a puérpera.</p> Júlia Rossetto Marchetti Vanderleia Corrêa Oliveira Bárbara Christina Fernandes Giovani Reginatti Nicolao Copyright (c) 2020 Júlia Rossetto Marchetti, Vanderleia Corrêa Oliveira, Bárbara Christina Fernandes, Giovani Reginatti Nicolao 2020-05-18 2020-05-18 5 e24175 e24175 CORRELAÇÃO DA DEPRESSÃO COM DEFICIÊNCIAS SISTÊMICAS JÁ EXISTENTES. https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24299 <p>Introdução - Depressão é uma doença crônica psíquica, que consiste em um intermitente desequilíbrio emocional, seus sintomas são variados, mas sempre remetendo a avarias psicológicas e fisiológicas. Tal síndrome é avaliada a partir de graus do estado em que a pessoa se encontra, ajudando na escolha do tratamento que é feito via medicamentosa (antidepressivos), e com auxilio psicoterapêutico. Objetivo – Reconhecer quais são as avarias causadas por uma das doenças com maior causalidade em nossa sociedade e sua correlação com os demais sistemas do organismo. Métodos – Pesquisa bibliográfica de caráter exploratório, com orientação analítico-descritiva, realizada no mês de março de 2020. Para obtenção dos dados, utilizou-se de interpretação de três materiais apresentados pela Scielo nos anos de 2006, 2008 e 2014. Resultados - A carência hormonal presente na psicopatia depressão, está ligada a deficiência neuroendócrina, assim como a associação de problemas do sistema imune, psicológico e doenças crônicas como a artrite reumatoide, havendo o aumento de liberação de cortisol e diminuição de serotonina, desenvolvendo variados quadros de depressão. As formas de tratamento são vastas de acordo com o grau da psicopatia apresentada. Citosinas pró-inflamatórias tem influência na síntese de serotonina feito pelo triptofano, onde a mesma estimula outros aminoácidos com ação parecida com o triptofano causando uma competição dentro do sistema nervoso central. Conclusão – É clara a necessidade de maiores estudos afim de relacionar tais bases biológicas ligadas ao aumento do distúrbio e a busca terapêutica. Palavras chaves: Depressão. Tratamento. Antidepressivos.</p> Elenir Salete Frozza Salvi Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi 2020-05-28 2020-05-28 5 e24299 e24299 DIABETES TIPO 1 NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24184 <p>O diabetes mellitus é uma das mais importantes doenças crônicas da infância, caracterizada pelo excesso de glicose no sangue e produção deficiente de insulina pelo pâncreas, com uma incidência alta no início da adolescência. A diabetes na infância acaba interferindo no estilo de vida da criança/adolescente. &nbsp;O tratamento para estes pacientes é obrigatório e contínuo, além da insulina, requer dieta adequada, atividade física regular, apoio psicológico e social. Objetivo: Analisar a percepção da criança e adolescente portadores de diabetes mellitus tipo 1 a respeito da sua experiência em relação a doença. Metodologia: Foram escolhidos três artigos da base de dados PUBMED para construção do resumo que abordavam o tema proposto. Resultados: Destre as principais alterações destacadas pelas crianças e adolescentes portadoras de DM1, estão as alterações na alimentação, visto que ocorre disfunção fisiológica do metabolismo de carboidratos, necessitando de uma mudança nos hábitos alimentares. A realização do hemoglicoteste (HGT) e da insulina diariamente também tiveram impacto, por ser uma atividade dolorosa em que nem sempre a criança e/ou adolescente entendem a sua necessidade e importância. O estudo possibilitou compreender o quanto o diabetes mellitus tipo 1 altera o modo de vida do paciente e, principalmente em relação aos aspectos alimentares e a realização do HGT e insulina. É de suma importância que os profissionais da enfermagem estejam atentos a estas mudanças e apoiem o paciente e família na adesão de bons hábitos alimentares e no correto controle da doença.</p> Charlene Pompermaier Grazieli Cristina Bilibio Sidiane Ferrasso Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, Grazieli Cristina Bilibio, Sidiane Ferrasso 2020-05-18 2020-05-18 5 e24184 e24184 DOENÇA DE ADDISON https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24131 <p>Introdução: A Doença de Addison (DA) é uma doença crônica, inflamatória considerada rara, que ataca as glândulas adrenais causando alterações na sua produção hormonal e no nível de eletrólitos. O início silencioso torna o diagnóstico tardio, quando 90% do córtex adrenal já está comprometido. Dividida em 3 fases: potencial, latente ou subclínica e clínica, podendo ser de etiologia autoimune (52,6%), cancerosa (7,9%) ou infecciosa (34,2%). Objetivo: Realizar uma análise de como a doença manifesta-se, forma de tratamento e diagnóstico através de revisão de literatura. Resultado: A DA manifesta-se através de sinais e sintomas como fadiga, fraqueza, anorexia, perda de peso, vertigem, náusea, vômito, hiperpigmentação cutânea, desidratação, hipovolemia, hipotensão postural, hiponatremia e hipercalemia. As principais causas infecciosas referem-se a Paracoccidioidomicose e Tuberculose. Cerca de 40% dos pacientes com DA autoimune apresentam outras doenças autoimunes associadas como tireoidite de Hashimoto, diabetes mellitus tipo 1 e síndrome de Sjögren. É diagnosticada através de exames laboratoriais e estes específicos, como a dosagem de ACTH, atividade plasmática de renina e estímulo com ACTH1-24, dosagens de sódio e potássio, ressonância e tomografia e punções/biópsia. A terapia de reposição com corticoides é essencial para a manutenção da vida. Conclusão: A DA é de difícil diagnóstico pois seus sintomas assemelham-se a outras patologias, sendo diagnosticada em caráter eliminatório. O tratamento é contínuo e o paciente deve ser acompanhado por equipe multiprofissional.</p> Charlene Pompermaier Juliana Tomazelli Patricia Massolla Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, Juliana Tomazelli, Patricia Massolla 2020-05-09 2020-05-09 5 e24131 e24131 ESTRATÉGIA DE GESTÃO DE CONFLITOS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24154 <p>O trabalho em equipe, embora não seja exclusividade da Saúde da Família, representa um de seus principais pilares. A integralidade das ações na Unidade de Saúde favorece um cuidado interdisciplinar ao paciente. Para isso, é imprescindível o desenvolvimento de uma boa prática comunicativa entre os profissionais. O enfermeiro, além de seus conhecimentos científicos, deve desenvolver competências na gestão de conflitos e habilidades para liderar e gerenciar atividades. Pensando nisso, foi realizado um encontro com todos os profissionais que atuam na Unidade Básica de Saúde Hélio Ortiz, o qual objetivou-se sair da rotina do trabalho e melhorar a socialização entre os colaboradores. Utilizou-se a dinâmica “Verdade e Mentiras”, a qual cada um da equipe deve falar quatro afirmações sobre si, duas verdadeiras e duas falsas. A equipe deve tentar descobrir quais são as verdadeiras, aumentando a interação e o conhecimento sobre os colegas. Como forma de garantir a continuidade da prática, implantou-se a realização do encontro uma vez por semana, a qual um funcionário se responsabiliza por trazer uma mensagem motivacional, lanche ou exercício de sua escolha. Com isso, a equipe se torna mais unida, os profissionais conhecem melhor uns aos outros e o enfermeiro consegue gerir melhor a equipe. Os conflitos impactam diretamente no cuidado ao paciente. Diante disso, o desenvolvimento de um momento de socialização entre os colaboradores contribui para aproximar a equipe e melhorar a qualidade da assistência. <br><br>Palavras-chave: Equipe de assistência ao paciente. Conflito psicológico. Socialização.&nbsp;</p> Elenir Salete Frozza Salvi Mayara Santos Salete Bellaver Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi, Mayara Santos, Salete Bellaver 2020-05-13 2020-05-13 5 e24154 e24154 GESTÃO DOS RECURSOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24258 <p>Talvez a palavra gestão seja a mais importante no quesito da Atenção Primária à Saúde (APS). Ela aparece quase cinquenta vezes na Política Nacional de Atenção Básica. De forma geral, existe uma tríade de gestão, podendo ser elencado, gestão dos recursos humanos, gestão dos recursos materiais e programas e gestão dos recursos financeiros. A gestão dos recursos humanos compreende a composição e qualificação da força de trabalho, dos processos de trabalho e da organização dos profissionais. No entanto, essa dimensão sofre a interferência dos fatores referentes à retenção e rotatividade dos profissionais. Outro aspecto relevante, diz respeito, a gestão das novas tecnologias, as quais representam recursos fundamentais no processo de trabalho, contribuíndo para a agilidade e organização dos processos. Por último, a gestão dos recursos financeiros é consequência do gerenciamento dos demais. A estratégia de gestão é uma constante. Conforme os recursos humanos prestam serviços para a população de forma efetiva, planejada e principalmente “registrada”, através dos processos e programas, os recursos financeiros são disponibilizados. São os Enfermeiros que na sua maioria realizam a gestão na APS. Desta forma, a competência de gerir deve fazer parte das habilidades desenvolvidas e compreendidas na academia, visando a formação de profissionais capazes de atuar na APS. Assim, o funcionamento efetivo, eficiente e eficaz da APS depende da tríade gerencial junto ao conhecimento das necessidades de saúde da população a fim de prover saúde para todos.</p> Júlia Rossetto Marchetti Suzana Kelly Santana Copyright (c) 2020 Júlia Rossetto Marchetti, Suzana Kelly Santana 2020-05-25 2020-05-25 5 e24258 e24258 IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL PARA PREVENÇÃO DE PATOLOGIAS DECORRENTES DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24182 <p>Introdução: A gestação é um período marcado por inúmeras mudanças e torna a mulher mais vulnerável a patologias, sendo uma das mais frequentes a infecção do trato urinário (ITU), que complica cerca de 20% das gestações. Pode acometer a uretra (uretrite), a bexiga (cistite) e em casos mais graves os rins (Pielonefrite). Objetivo: Identificar os fatores de risco, diagnóstico, tratamento e consequências da ITU na gestação. Método: Realizada pesquisa bibliográfica na plataforma Biblioteca Virtual da Saúde com os descritores infecção do trato urinário and gestação, sendo selecionados 4 artigos para a realização do resumo. Resultados: A ITU não tratada pode resultar em&nbsp; trabalho de parto prematuro e baixo peso ao nascer, podendo evoluir para sepse materna e neonatal. Para detecção precoce, o primeiro exame deve ser solicitado na primeira consulta e em cada trimestre, sendo que o número de casos é maior em mulheres que iniciam o pré-natal tardiamente. Um dos fatores para o tratamento são os sinais e sintomas, dificultando o diagnóstico em casos de bacteriúria assintomática que atinge de 2 a 10% das gestantes, que se não tratadas até 30% desenvolve pielonefrite, necessitando de terapia antimicrobiana intrahospitalar. Os principais fatores de risco para ITU na gestação são o pré natal tardio, a baixa escolaridade, baixa renda e falta de conhecimento sobre as possíveis complicações. Conclusão: A enfermagem tem papel fundamental na prevenção e detecção precoce das doenças no período gestacional, realizando busca ativa das gestantes e um pré-natal.</p> Charlene Pompermaier Gabriela Zmieski Zanella Edineia Paludo Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, Gabriela Zmieski Zanella, Edineia Paludo 2020-05-18 2020-05-18 5 e24182 e24182 INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS VIRAIS https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24153 <p>São infecções que afetam o sistema respiratório podendo ser causadas por vírus, bactérias, fungos ou substância alergênicas e são responsáveis por considerável morbidade e mortalidade em seres humanos. O objetivo deste estudo é informar a população sobre as principais infecções respiratórias virais que acometem os seres humanos e sua forma de prevenção. A intervenção irá ser realizada na sala de espera de uma Unidade Básica de Saúde, na fila de espera de consultas, com auxílio de um folder explicativo que após a conversa irá ser entregue a cada usuário. Essa atividade irá se constituir em uma Educação em Saúde. Devido à gravidade da pandemia do convid-19 não foi possível realizar esta atividade na data que estava prevista. Resfriado: infecção viral que acomete as vias respiratórias superiores, sua transmissão ocorre por meio de gotículas produzidas pela tosse ou espirros, ou pelo contato de mãos contaminadas. Gripe: é uma infecção respiratória aguda, causada pelos vírus A e B. Se não tratada pode causar complicações graves e levar à morte, principalmente nos grupos de alto risco. Coronavírus: grande grupo viral que causam infecções respiratórias em seres humanos, sendo altamente patogênicos. A transmissão ocorre pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, o período de incubação pode ser de 2 a 14 dias. Conclui-se importância da lavagem das mãos e da vacinação como forma de prevenção das infecções respiratórias virais, sempre orientando a população sobre estes cuidados.</p> <p>Palavras-chaves: Infecções. Respiratórias. Vírus. Transmissão</p> <p><br><br></p> Elenir Salete Frozza Salvi Larissa Rodrigues Suzzane Cristina Abido Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi, Larissa Rodrigues, Suzzane Cristina Abido 2020-05-13 2020-05-13 5 e24153 e24153 MANEJO DE CURATIVO PARA PACIENTE COM LESÕES DIABÉTICAS EM MEMBROS INFERIORES. https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24283 <p>Diabetes Mellitus, é uma doença comum na maior idade. Dentre todas as complicações que a doença causa, as lesões nos pés se tornam frequentes, causando úlceras, infecções e gangrena, popularmente conhecido como Pé Diabético. O Objetivo foi estudar o manejo para a realização de curativos em indivíduos com Pé Diabético. A pesquisa foi realizada em 4 artigos e 1 revista, no mês de março de 2020. As fontes foram escolhidas por manterem um padrão de protocolo a ser seguido mundialmente pela área da saúde. Resultados: observou-se que a doença se tornou frequente e diante disso foi criado um protocolo para pé diabético, comprovado cientificamente, portadores de DM, devem realizar anualmente uma avaliação, objetivando uma atuação multidisciplinar, para que se possa estabelecer um plano terapêutico efetivo, elaborando um plano de cuidados individualizado juntamente com complicações mais graves. O manejo básico é a limpeza regular associada à proteção local, cobertura apropriada, aplicação de curativo oclusivo e calçado adequado, debridamento, proteção do leito de cicatrização, atentando-se para quadro de infecção.</p> Elenir Salete Frozza Salvi Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi 2020-05-27 2020-05-27 5 e24283 e24283 MANEJO DE CURATIVO PARA PACIENTE COM LESÕES VASCULARES https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24300 <p>Introdução: as lesões vasculares são lesões crônicas associadas à hipertensão venosa dos membros inferiores e em sua maior porcentagem, são muito comum e peculiares necessitando de diversos tipos de tratamento, sendo essencial para uma melhora, um tratamento adequando com um manejo de curativo correto. Objetivo: analisar bibliografias relacionadas ao manejo do curativo para paciente com lesões vasculares, uso de medidas alternativas para o correto tratamento. Metodologia: foi realizada a revisão de artigos bibliográficos, encontrados em no scielo e BVS, pesquisa feita no mês de abril de 2020, sendo identificado entorto de dez artigos referente ao assunto, porem selecionado apenas três artigos entre os anos de 2002 a 2018 , tendo como critério os artigos que mais tratavam especificamente sobre o assunto, estando mais atualizados. Resultado: Remover o exsudato, manter alta umidade entre a ferida e o curativo, permitir trocas gasosas, fornecer isolamento térmico, realizar a limpeza da lesão, remover a cobertura anterior, de forma não traumática e realizar o desbrida mento, são essenciais para uma tratamento adequado visando uma boa cicatrização, juntamente com coberturas especificas sendo a terapia compressiva elástica ou inelástica o método mais recomendado para o tratamento das úlceras venosas, em particular a bota de Unna, a qual é enfatizada pela sua eficácia na redução do edema e na cicatrização. Conclusão: Para o tratamento , a avaliação correta da classificação dos diversos tipos de lesão venosa é fundamental para que possa ser utilizado o tipo de cobertura adequada. Palavras chave: Lesões Crônicas. Terapia compressiva. Cicatrização.&nbsp;</p> Elenir Salete Frozza Salvi Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi 2020-05-28 2020-05-28 5 e24300 e24300 MANEJO DE CURATIVO PARA PACIENTES QUEIMADOS https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24302 <p>INTRODUÇÃO: O tratamento de queimaduras sempre foi um grande desafio devido aos diferentes níveis de gravidade das lesões. Entende-se por queimadura o quadro resultante da ação direta ou indireta do calor sobre o organismo humano, as queimaduras são lesões decorrentes de agentes tais como a energia térmica, química ou elétrica. OBJETIVO: Apresentar os agentes tópicos, cremes, soluções e produtos naturais, que ajudam na cicatrização de queimaduras. METODOLOGIA: Foram avaliados artigos de pesquisa de bancos de dados, foi um levantamento dos últimos dez anos, os artigos foram selecionados pois tem uma explicação muito clara sobre o assunto. Onde foi identificado a importância do manejo de curativos. RESULTADOS E DISCUSÃO: A redução na mortalidade dos pacientes queimados tem sido possível devido a conduta inicial adequada realizada pela equipe de saúde, que levam em consideração os fatores referentes ao tipo de queimadura, profundidade e sua localização. na revisão, apresenta e demonstra uma variedade de curativos que vem sendo utilizado. Dentre eles, estão os curativos com prata, os hidrogéis, o substituto de pele espuma de silicone, curativo úmido e petrolato. Todos aceleram o processo cicatricial sendo que os mais utilizados são os curativos com prata. CONCLUSÃO: O tratamento das queimaduras envolve cuidados locais e sistêmicos. A resposta do organismo à queimadura irá depender do agente etiológico, da lesão e a extensão da queimadura quanto ao grau de comprometimento para minimizar a proliferação de bactérias. Palavras&nbsp; Chave: Lesão.Pacientes.Queimadura.Cuidado.</p> Elenir Salete Frozza Salvi Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi 2020-05-28 2020-05-28 5 e24302 e24302 MULHERES COM ESTOMIAS E SUA SEXUALIDADE https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24178 <p>A estomia é um procedimento cirúrgico que consiste na extração de uma porção do tubo digestivo, neste caso do intestino, e na abertura de um orifício externo, que se designa por estoma, sua finalidade é o desvio do trânsito intestinal para o exterior. Ela é representada de forma ambígua pelos indivíduos estomizados que, de certo modo, sentem-se beneficiados pela obtenção da cura ou melhoria de uma doença ou acidente. Entretanto, este procedimento gera inquietação, dúvida e questionamentos sobre suas novas possibilidades de bem-estar, interação social e qualidade de vida, frente a essa nova condição física a qual resulta também em alteração da imagem corporal. A expressão da sexualidade é frequentemente alterada nessas pessoas, desencadeando sentimentos de vergonha, isolamento e desinteresse em relação à vivência sexual. Observa-se que a sexualidade é sempre afetada e sofre alterações entre os pacientes devido à inserção da estomia. As mulheres estomizadas vivenciam sua sexualidade dentro de um universo repleto de sentimentos de medo, vergonha, dúvidas e limitações criadas por elas mesmas, seu parceiro ou pelo próprio estoma. Fica evidenciado que a atenção à sexualidade para essas mulheres requer esforços dos profissionais de saúde, destacando o enfermeiro, para melhorar a qualidade da assistência prestada. Para isso, é necessário o engajamento não só de profissionais, mas também dos parceiros, a fim de amenizar o impacto ocasionado pelo estoma e facilitar o processo de aceitação.</p> Júlia Rossetto Marchetti Micheli Zandoná Rafaela Sassanovicz Copyright (c) 2020 Júlia Rossetto Marchetti, Micheli Zandoná, Rafaela Sassanovicz 2020-05-18 2020-05-18 5 e24178 e24178 SAÚDE NA ESCOLA: UMA FERRAMENTA DE ATENÇÃO À SAÚDE https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24176 <p>INTRODUÇÃO: O PSE (Programa SAÚde na Escola), contribui para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à SAÚDe, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede PÚBlica de ensino. OBJETIVO: Detectar o mais precoce possível, os agravos à SAÚDe por meio de um olhar cuidadoso e singular; preconizar a continuidade do cuidado, quando necessária. METODOLOGIA: Trata-se de um relato de experiência onde reuniram-se estagiário de Enfermagem da Unoesc Xanxerê e alunos do curso Técnico em Enfermagem do SENAC, juntamente com a equipe de SAÚDe, em uma escola municipal de um município do Oeste Catarinense para aplicação de testes. RESULTADOS: Atividade realizada em uma escola de ensino fundamental com aproximadamente 400 alunos do período matutino, crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos. Avaliado saÚde bucal, teste de Snellen, caderneta de vacinação, onde constatou-se algumas alterações nos testes e avaliações, nesses casos fornecido encaminhamento para a UBS dar continuidade ao cuidado. CONCLUSÃO: Essa é a realidade de trabalho da equipe de SAÚde que aponta boas perspectivas para o trabalho em conjunto com a escola, convergente com as diretrizes do Sistema Único de SaÚDe e do PSE, essa estratégia se apropria de vários pontos positivos o que representa um mecanismo mais simples, barato e inteligente de atenção à SAÚDe na escola, isso contribuirá ao bom desenvolvimento do aluno.</p> Júlia Rossetto Marchetti Lidemar Mendes dos Santos Luana Agnoletto Reis Copyright (c) 2020 Júlia Rossetto Marchetti, Lidemar Mendes dos Santos, Luana Agnoletto Reis 2020-05-18 2020-05-18 5 e24176 e24176 A IMPORTÂNCIA DA HIGIENE DAS MÃOS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA - UM RELATO DE CASO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24185 <p class="TextoResumo">Introdução: As mãos dos profissionais da saúde são um dos principais meios de transmissão de microrganismos no ambiente hospitalar. Objetivo: Descrever a condução de uma atividade educativa realizada para a melhoria da adesão à higienização das mãos entre os profissionais e acompanhantes dos pacientes internados na UTI. Método: Confecção de um folder explicativo e roda de conversa com os visitantes e uma dinâmica com a equipe multiprofissional. Resultados: Participaram da atividade 15 acompanhantes e 11 integrantes da equipe do turno diurno. Após a abordagem todos os visitantes higienizaram as mãos, já os colaboradores, reconhecem que nem sempre priorizam a higiene das mãos durante a assistência. Conclusão: São necessárias estratégias de capacitação tanto à equipe quanto aos acompanhantes.</p> Charlene Pompermaier Ana Carolina Xavier Flavia Nossal Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, Ana Carolina Xavier, Flavia Nossal 2020-05-18 2020-05-18 5 e24185 e24185 BUSCA ATIVA DE MULHERES EM IDADE ESPECÍFICA PARA COLETA DO EXAME PAPANICOLAU: CUIDADO À SAÚDE DA MULHER https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24181 <p>Este trabalho relata atividade realizada por uma Acadêmica do Curso de Enfermagem da Unoesc Xanxerê em estágio na Atenção Primária em Saúde. Realizada busca ativa de mulheres em faixa etária definida com relação à realização do exame citopatológico, em uma área de abrangência de uma Unidade de Saúde, visando a saúde da mulher e a prevenção de patologias. Realizado levantamento de pacientes na faixa etária entre 25 a 30 anos de idade, sendo 54 mulheres a serem contatadas. Pode-se observar no cotidiano das Equipes de Saúde da Família, a grande dificuldade em fazer com que as mulheres compareçam a Unidade de Saúde para realização do exame citopatológico do colo do útero, o Papanicolau.</p> Júlia Rossetto Marchetti Alana Sela Aline Aparecida Assolini Copyright (c) 2020 Júlia Rossetto Marchetti, Alana Sela, Aline Aparecida Assolini 2020-05-18 2020-05-18 5 e24181 e24181 EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: DIABETES MELLITUS https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24183 <p>O DM - diabetes mellitus no Brasil possui uma alta prevalência e no mundo é uma das principais causas de morte. As orientações oferecidas na atenção básica fazem diferença no tratamento e identificação da doença. Com o objetivo de educar a população, se tornou necessário elaborar palestra e folders para realizar educação em saÚde na atenção básica, com o tema Diabetes Mellitus e após elaborado um relato de caso com base cientifica. A educação em saÚde nas unidades pode levar a diminuição dos índices de mortalidade da doença, oferecendo o tratamento antes de sua evolução, minimizando também suas complicações. Podemos perceber que os principais fatores associados a DM podem ser evitáveis e dependem do autocuidado do paciente.</p> Júlia Rossetto Marchetti Mayara da Silva Copyright (c) 2020 Júlia Rossetto Marchetti, Mayara da Silva 2020-05-18 2020-05-18 5 e24183 e24183 HUMANIZAÇÃO DURANTE A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM SITUAÇÕES CRÍTICAS EM UM HOSPITAL DO OESTE DE SANTA CATARINA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24186 <p>Visando promover a reflexão da equipe de enfermagem para a prestação de um atendimento ao usuário de forma humanizada&nbsp; foi realizada atividade educativa em uma Emergência de Hospital geral sobre o tema. Através de dinâmica interativa os profissionais de enfermagem debateram vivências cotidianas com o olhar voltado a humanização do atendimento. A atividade impactou de forma positiva os profissionais de enfermagem que puderam refletir sobre temas como o direito dos pacientes, a importância da empatia, o respeito e o papel de cada um na assistência à saúde. O tema humanização, é um desafio para os profissionais de enfermagem da área hospitalar, sobretudo em situações críticas como nos serviços de urgência e emergência, por isso deve ser discutido frequentemente.</p> Charlene Pompermaier Dias Carolina Vaz Larissa Cristina Granosik Copyright (c) 2020 Charlene Pompermaier, Dias Carolina Vaz, Larissa Cristina Granosik 2020-05-18 2020-05-18 5 e24186 e24186 IMPORTÂNCIA DA HIGIENE DE MÃOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24164 <p>Trata-se de um relato de experiência, dos acadêmicos da nona fase do curso de graduação em Enfermagem da Unoesc Campus de Xanxerê/SC, uma atividade educativa realizada com os profissionais do setor da UTI do Hospital Regional São Paulo (HRSP) no mês de março de 2020. Como sugestão da enfermeira coordenadora do setor, o tema escolhido foi higiene correta de mãos, onde discutimos o assunto em uma roda de conversa realizada junto a uma dinâmica. A atividade aconteceu em dois momentos, e em duas manhãs distintas, para abranger as duas equipes que trabalham no local. Em primeiro momento a professora responsável pelas acadêmicas no dia, ficou durante 30 minutos no setor avaliando a higiene de mãos entre a realização das atividades de rotina, incluindo todos presentes no setor, em segundo momento usamos tinta guache para manipular equipamentos sem realizar a lavagem de mãos e após repassamos aos profissionais o que foi observado, e debatemos sobre o assunto. Os resultados foram utilizados para alertar a equipe quanto a necessidade da higienização correta das mãos.</p> Elenir Salete Frozza Salvi Fabiana Regina Maulli Garibotti Floriani Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi, Fabiana Regina Maulli Garibotti Floriani 2020-05-13 2020-05-13 5 e24164 e24164 IMPORTÂNCIA DO USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) POR PROFISSIONAIS DE SAÚDE: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24339 <p>Atividade desenvolvida no setor da Emergência de um Hospital de Santa Catarina junto aos colaboradores que atuam na assistência de enfermagem, com o objetivo de verificar o uso do equipamento de proteção individual (EPI), bem como conscientizar quanto ao seu uso na realização de atividades. Dinâmica lúdica sendo utilizada uma caixa, a qual continha em seu interior areia, slime e porção de arroz; e também utilizado um borrifador com água. O profissional foi vendado e orientado a colocar a mão dentro da caixa&nbsp; procurando e sentindo o seu conteúdo, enquanto era borrifado água em seu rosto. Percebeu-se que muitos profissionais pecam nos cuidados a si mesmos, e que medidas de conscientização devem ser realizadas mais vezes, a fim de evitar o esquecimento e como consequencia, acidentes.</p> Vanessa Barrionuevo Evelyn Daga Roger Fernandes de Oliveira Copyright (c) 2020 Vanessa Barrionuevo, Evelyn Daga, Roger Fernandes de Oliveira 2020-06-04 2020-06-04 5 e24339 e24339 SUPERLOTAÇÃO NA APS: ELABORAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE UM FLUXOGRAMA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24152 <p>A atenção primária à saúde é a porta de entrada preferencial da população, responsável pela <br>resolutividade dos seus problemas, acarretando na superlotação do serviço, sendo necessário <br>um acolhimento seguro e de qualidade. O Objetivo é elaborar um fluxograma de <br>direcionamento do atendimento na APS. O Fluxograma foi elaborado por meio de pesquisa <br>nos materiais do Ministério da Saúde e nos Protocolos de enfermagem, relacionados ao <br>acolhimento à demanda espontânea. Após a construção, foi apresentado a gerente das <br>unidades onde recebemos um feedback positivo, porém não houve tempo hábil para a <br>apresentação e avaliação de maiores resultados. O uso da ferramenta implantada nas <br>unidades, direciona à um atendimento universal e dá maior segurança aos colaboradores.</p> Elenir Salete Frozza Salvi Carolina Basi Stocco Jaqueline Rodrigues Thaise Carina Xavier Tofolo Copyright (c) 2020 Elenir Salete Frozza Salvi, Carolina Basi Stocco, Jaqueline Rodrigues, Thaise Carina Xavier Tofolo 2020-05-13 2020-05-13 5 e24152 e24152 MANIPULAÇÃO DE INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO DE UMA REGIÃO, VISANDO À INSTALAÇÃO DE UM INSTITUTO DE EDUCAÇÃO FILOSÓFICO HOLÍSTICO - INSTITUTO LIBER https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24597 <p>O trabalho em questão tem por objetivo a análise de dados para definição da cidade de implantação de um Instituto de Educação Filosófico Holístico. Para tanto, foi realizada a manipulação de indicadores de desenvolvimento de Santa Catarina, estado que apresenta fatores e índices favoráveis para a concretização do projeto.&nbsp; Tal instituto busca ser um lugar de proposição do encontro de cada ser humano com o sentido de sua existência, auxiliando-os a recuperar, em meio ao caos social, sua paz interior e, consequentemente, sua liberdade, por isso denominar-se Instituto Liber. Por se tratar de um espaço de múltipla modalidades, entre elas: psicologia, filosofia clínica, coaching, meditação e massoterapia, e tendo como público-alvo, pessoas acima de 20 anos, com acesso à níveis superiores de educação, especialmente executivos e administradores. A partir da análise dos indicadores coletados torna-se possível elaborar, monitorar, avaliar e aperfeiçoar o planejamento de instalação do projeto, contribuindo na formulação de estratégias de desenvolvimento voltadas para a melhoria da qualidade de vida. Na análise verificou-se que os índices para a avaliação concederam subsídios para elencar quatro cidades como possíveis sede do Instituto Liber, a saber: Joinville, Florianópolis, Blumenau e São José. Os dados nos permitiram apontar o município de Florianópolis como o ideal para a instalação do instituto.</p> Rejane Bolzan Lunkes Joveci José de Oliveira Filho Copyright (c) 2020 Rejane Bolzan Lunkes, Joveci José de Oliveira Filho 2020-06-30 2020-06-30 5 e24597 e24597 ESTUDO SOBRE DINÂMICA DO MERCADO DE TRABALHO EM MUNICÍPIOS DO SUL DO ESTADO DE SANTA CATARINA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/24598 <p>O presente estudo trata da dinâmica do mercado de trabalho de dez cidades da mesorregião sul do Estado de Santa Catarina. A análise dos dados em questão possui como escopo as cidades da mesorregião sul do Estado de Santa Catarina, que é composta por 46 municípios e que conta, conforme dados do IBGE, com três microrregiões, a saber: Criciúma, Tubarão e Araranguá. Da referida mesorregião, os três municípios citados são também os mais populosos. A região é conhecida por sua atividade de extração mineral, especialmente carvão. Nesse ponto, destaca-se a cidade de Lauro Muller, cuja principal indústria de extração mineral retira do solo catarinense uma média de 23 mil toneladas de carvão mineral por ano. Para fins metodológicos, foram selecionadas as 09 maiores cidades da mesorregião, na seguinte ordem: Criciúma, Tubarão, Araranguá, Içara, Laguna, Imbituba, Braço do Norte, Sombrio e Forquilhinha. A décima cidade selecionada foi justamente Lauro Muller, por conta de sua importância na atividade de extração mineral, fundamental para a economia do sul- catarinense. Na presente análise, optou-se pela realização da observação do número de admissões e demissões em três setores específicos do componente econômico da mesorregião do sul de Santa Catarina. O ramo da extração mineral foi o primeiro selecionado, por tratar-se da principal atividade econômica da região. Logo em seguida, optou-se pelo setor da construção civil e da indústria de transformação, por serem os maiores empregadores.</p> Rejane Bolzan Lunkes Joveci José de Oliveira Filho Copyright (c) 2020 Rejane Bolzan Lunkes, Joveci José de Oliveira Filho 2020-06-30 2020-06-30 5 e24598 e24598