LEVANTAMENTO DA PREVALÊNCIA DE MOFO-BRANCO EM SEMENTES DE FEIJÃO UTILIZADAS NA MICRORREGIÃO DE XANXERÊ/SC

Autores

  • Caroline Iltchenco Unoesc Xanxerê
  • Otávio Ajala Fiorentin

Resumo

O feijão é a principal fonte de proteína de muitos povos, sendo um dos principais alimentos consumidos no Brasil. Devido ao sistema de manejo atual da cultura, onde há pouca adesão à rotação de culturas e baixo uso de sementes certificadas, danos severos são relatados em função da ocorrência de doenças como o mofo branco, causado por Sclerotinia sclerotiorum. A pesquisa foi realizada no laboratório de biotecnologia da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus I, Xanxerê/SC. Foram coletadas 42 amostras distribuidas em sete municípios da região. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado com 8 repetições de 50 sementes cada. O objetivo do estudo foi realizar um diagnóstico da qualidade sanitária das sementes de feijão salvas e certificadas utilizadas pelos agricultores da microrregião de Xanxerê/SC (Abelardo Luz, Bom Jesus, Faxinal dos Guedes, Ipuaçu, Ouro Verde, São Domingos e Xanxerê).Foi detectado a presença de mofo branco em 2 amostras, assim indicando baixa prevalência de mofo branco na microrregião.

Downloads

Publicado

16-08-2021

Como Citar

Iltchenco, C., & Ajala Fiorentin, O. . (2021). LEVANTAMENTO DA PREVALÊNCIA DE MOFO-BRANCO EM SEMENTES DE FEIJÃO UTILIZADAS NA MICRORREGIÃO DE XANXERÊ/SC. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Xanxerê, 6, e28236. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/28236

Edição

Seção

Área das Ciências Agrárias – Artigos