INFECÇÃO DA CORRENTE SANGUÍNEA E ACESSOS VENOSOS

INFECÇÃO DA CORRENTE SANGUÍNEA E ACESSOS VENOSOS

  • Elenir Salete Frozza Salvi Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Charlene Pompermaier
  • Fabiana Floriani
  • Vanessa Barrionuevo
  • Dieyni Matiasso Boin
  • Tainara Pasini

Resumo

As infecções da corrente sanguínea relacionadas a cateteres estão associadas a importantes desfechos desfavoráveis em saúde e estão entre as mais comumente encontradas. Ela é um tema importante para a rotina dos profissionais da saúde. Segundo a ANVISA (2017), cerca de 65 a 70% dos casos poderiam ser prevenidos com adoção de medidas adequadas, como adesao as boas praticas de insercao propostos e a otimização das práticas de manutenção dos dispositivos. Elas estão relacionadas á excesso de mortalidade, a maior tempo de internação e a incrementos de custos relacionados à assistência, sendo assim ela pode ser considerada um marcador preciso na qualidade de assistência ao paciente.

Biografia do Autor

Elenir Salete Frozza Salvi, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (2000) e graduação em Enfermagem pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (2006). Tem experiência na área de Gerência no Serviço de Enfermagem e Enfermagem Administrativa, MBA em Ciências da Saúde - Área de Concentração em Urgências. Atualmente é coordenadora e professora titular no Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do oeste de Santa Catarina, (Campus de Xanxerê/SC).
Publicado
23-12-2020
Como Citar
Frozza Salvi, E. S., Pompermaier, C., Floriani, F., Barrionuevo, V., Matiasso Boin, D. ., & Pasini, T. (2020). INFECÇÃO DA CORRENTE SANGUÍNEA E ACESSOS VENOSOS : INFECÇÃO DA CORRENTE SANGUÍNEA E ACESSOS VENOSOS . Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Xanxerê, 5, e27155. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/27155
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Relatos de caso