A IMPORTÂNCIA DO SETOR DA CENTRAL DE MATERIAS E ESTERILIZAÇÃO NO AMBITO HOSPITALAR E A ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO NESTE AMBIENTE.

  • Elenir Salete Frozza Salvi Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Charlene Pompermaier
  • Rafaela Sassanovicz

Resumo

Por muitos anos, a Central de Materiais e Esterilização (CME) não recebeu seu devido valor, localizavam se em locais inapropriados sem recursos suficientes. Da mesma forma o trabalho da enfermagem não era valorizado, cabendo aos profissionais menos qualificados e com problemas de relacionamentos exercerem os serviços do setor. Trata-se de um relato de experiência vivenciado por uma acadêmica da sexta fase de Graduação em Enfermagem junto ao setor da CME de um Hospital do Oeste de Santa Catarina. A atuação do enfermeiro neste setor é de suma importância, isso porque, além de oferecer tratamento adequado a cada artigo que chega ao setor, contribui diretamente para a segurança do paciente.

Biografia do Autor

Elenir Salete Frozza Salvi, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (2000) e graduação em Enfermagem pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (2006). Tem experiência na área de Gerência no Serviço de Enfermagem e Enfermagem Administrativa, MBA em Ciências da Saúde - Área de Concentração em Urgências. Atualmente é coordenadora e professora titular no Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do oeste de Santa Catarina, (Campus de Xanxerê/SC).
Publicado
07-10-2020
Como Citar
Frozza Salvi, E. S., Pompermaier, C., & Sassanovicz, R. (2020). A IMPORTÂNCIA DO SETOR DA CENTRAL DE MATERIAS E ESTERILIZAÇÃO NO AMBITO HOSPITALAR E A ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO NESTE AMBIENTE . Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Xanxerê, 5, e26533. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/26533
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Relatos de caso