ANÁLISE SOBRE CONJUNTO HABITACIONAL EM XANXERE/SC

Resumo

Os Conjuntos Habitacionais destinados a população de baixa renda, se limitam a oferecer moradias, sem considerar características tais como: conforto, espaço funcional, número de pessoas vivendo em espaços mínimos, assim como características sociais, culturais e econômicas dos moradores. Em consequência, as moradias não atendem integralmente as necessidades dos usuários, devido a isso, demonstra-se neste artigo quais são as considerações sobre o projeto e como os usuários residem no Conjunto Habitacional do bairro São Jorge, em Xanxerê, nomeado como o Conjunto Habitacional Albatroz e Andorinhas. Avalia-se a importância de um projeto que trabalhe aspectos significativos definindo a importância de dois segmentos: a constante atenção aos usuários e a relação com os demais fatores que envolvem a produção da habitação popular, oferecendo soluções para o espaço físico. Para demonstrar a necessidade da arquitetura para os espaços físicos dos conjuntos habitacionais populares, permitiu-se ir a campo para identificar com um morador, as mudanças estruturais e LUNKES, Rejane dos usuários que podem ser feitas para garantir uma melhor qualidade de vida à todos os moradores.

Publicado
17-08-2020
Como Citar
Lunkes, R. B., Bossini, J., & Fazolo, N. (2020). ANÁLISE SOBRE CONJUNTO HABITACIONAL EM XANXERE/SC. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Xanxerê, 5, e25213. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/25213
Edição
Seção
Área das Ciências Exatas e Tecnológicas – Artigos