DESENVOLVIMENTO DE IDENTIDADE SENSORIAL PARA A ASSOCIAÇÃO DE DEFICIENTES VISUAIS DO OESTE DE SANTA CATARINA – ADEVOSC

  • Maruan Coltro Gosch Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc http://orcid.org/0000-0001-6845-7216
  • Douglas Wenderson Sobierai Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Xanxerê

Resumo

O presente estudo faz uso do design para o desenvolvimento de uma identidade sensorial para a Associação dos Deficientes Visuais do Oeste de Santa Catarina – Adevosc, localizada na cidade de Chapecó/SC. A associação tem por objetivo integrar pessoas com comprometimento visual na sociedade por meio de ensino técnico e esportivo, procurando uma recolocação no mercado de trabalho e também possuir maior independência em sua vida cotidiana, entre seus ofícios. Para nortear a construção desse projeto foi realizado um estudo bibliográfico nas áreas de , Design Gráfico, Identidade Visual e Design Sensorial. Para dar suporte técnico no desenvolvimento foi utilizada a metodologia chamada de Design Thinking (Vianna, 2012). Como resultado, obteve-se uma identidade sensorial que abrange dois sentidos diferentes no corpo humano: tátil e visual. Através do uso desses sentidos busca-se a comunicação entre ambos os públicos presentes na Adevosc, que são pessoas que possuem algum comprometimento visual e pessoas que possuem visão saudável. A identidade final aborda conceitos presentes na concepção da marca, fortalecendo através de seus recursos sensoriais a sua existência. Acredita-se que o resultado atenderam os objetos esperados.
Palavras-chave: Identidade Sensorial, Comprometimento Visual.

Biografia do Autor

Maruan Coltro Gosch, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
Designer e professor.
Publicado
08-07-2019
Como Citar
Gosch, M. C., & Sobierai, D. W. (2019). DESENVOLVIMENTO DE IDENTIDADE SENSORIAL PARA A ASSOCIAÇÃO DE DEFICIENTES VISUAIS DO OESTE DE SANTA CATARINA – ADEVOSC. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Xanxerê, 4, e21338. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeux/article/view/21338
Edição
Seção
Área das Ciências Sociais – Artigos