Anuário Pesquisa e Extensão Unoesc Videira https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv <p>E-ISSN 2525-4677</p> <p>Publicação contínua – o conteúdo e a revisão do texto são de responsabilidade dos autores.</p> Universidade do Oeste de Santa Catarina pt-BR Anuário Pesquisa e Extensão Unoesc Videira 2525-4677 <ol type="a"><li>Autores mantém os direitos autorais e concedem à Editora Unoesc o direito da publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</li></ol> Folha de Rosto https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/23682 Editora Unoesc Copyright (c) 2019 Editora Unoesc 2019-12-17 2019-12-17 5 A LITERATURA INFANTIL ENQUANTO ESTRATÉGIA PEDAGÓGICA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO CIDADÃ COM ALUNOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/23706 <p>O presente artigo trata da formação de valores a partir da literatura infantil. A educação volta-se para a necessidade de proporcionar aos alunos da Educação Básica uma formação de valores, que levem a cidadania. É possível perceber que a literatura infantil pode contribuir no processo de formação cidadã dos alunos da educação básica. Uma didática organizada por meio de planos de aula, que busquem proporcionar a consciência crítica e o pensamento de cada um como parte do todo. É importante ainda ressaltar a importância do conhecimento do eu interior para cada criança, ela precisa se reconhecer como parte da sociedade antes de ser cidadão. Esse processo é importante para que a criança seja capaz de selecionar as informações, o conhecimento de seus direitos e deveres, conceitos associados a prática sobre ética, moral, valores e cidadania, através de conhecimentos trabalhados e recriados dentro do ambiente escolar.Por tanto, este projeto busca proporcionar de modo diferenciado a aquisição efetiva da cidadania por meio da literatura infantil enquanto prática pedagógica aos alunos da educação básica.</p> <p>Palavras-chave: Estágio Curricular. Literatura.Cidadania. Pedagogia</p> Marco André Serighelli Lilian Carla OLIVEIRA, Copyright (c) 2020 Marco André Serighelli, Lilian Carla OLIVEIRA, 2020-01-27 2020-01-27 5 e23706 e23706 CENTRO CERIMONIAL https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/23746 <p>Os cemitérios passaram por diversas modificações no decorrer dos anos. Atualmente são vistos como grandes vilões em relação ao meio ambiente. Este estudo teve como objetivo a pesquisa teórica e in loco acerca de cemitérios e cemitérios verticais a fim da escolher um terreno na cidade de Erval Velho (SC)&nbsp; para o desenvolvimento futuro de um projeto arquitetônico. Nas pesquisas levou-se em consideração os impactos sociais, culturais, econômicos, urbanísticos e especialmente os ambientais dos cemitérios horizontais e verticais. Através do referencial teórico ficou evidente a necessidade de mudanças, surgindo como solução os cemitérios verticais. Verificando as legislações pertinentes, federal, estadual, bem como a legislação municipal de Erval Velho. Com a análise do cemitério no município de Erval Velho e cidades vizinhas, comprovou-se a situação de caos que se faz presente na região, que não cumprem as legislações vigentes e tornando-se potenciais poluentes do meio ambiente. Portanto, faz-se necessário o desenvolvimento de projeto que atenda às legislações e à demanda crescente.</p> <p>Palavras-chave: Cemitérios. Impactos. Cemitério Vertical. Erval Velho.</p> Ana Caroline Mocelin Juliana Aparecida Biasi Copyright (c) 2020 Ana Caroline Mocelin, Juliana Aparecida Biasi 2020-01-29 2020-01-29 5 e23746 e23746 CASA DE PASSAGEM: PROJETO PARA A IMPLANTAÇÃO DE UMA UNIDADE NA CIDADE DE VIDEIRA/SC https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/23748 <p>Esta pesquisa aborda o estudo para implantação de uma unidade de Casa de Passagem, na cidade de Videira (SC), para futuro desenvolvimento de anteprojeto arquitetônico. O edifício visa acolher o público que encontra-se em vulnerabilidade social, tendo em vista que a cidade não dispõe de aparelhos sociais para suprir a demanda evidenciada pelo município. O método utilizado foi de caráter exploratório, com a utilização de referenciais teóricos, sobre os problemas sociais existentes, e quantitativa, onde foram coletados e analisados dados numéricos mediante a quantidade de usuários presentes na cidade de Videira (SC). Como resultado desta etapa é apresentada a escolha do terreno, na cidade de Videira (SC), que atende aos requisitos para a implantação da Casa de Passagem, proporcionando acolhimento aos usuários, recuperação dos vínculos familiares rompidos e a reintegração dos mesmos à sociedade.</p> <p>Palavras-chave: Arquitetura Social; Inclusão Social; Seguridade Social; Videira; Santa Catarina.</p> Bruna Testa Juliana Aparecida Biasi Copyright (c) 2020 Bruna Testa, Juliana Aparecida Biasi 2020-01-30 2020-01-30 5 e23748 e23748 REVITALIZAÇÃO DA VINÍCOLA SALTO VELOSO-SC COM A INSERÇÃO DO MUSEU DO VINHO https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/23750 <p>A vinícola da família Bortoli, fundada no ano de 1952 em Salto Veloso, representa um importante símbolo do desenvolvimento da cidade, mas atualmente encontra-se desvalorizado. Este trabalho tem por objetivo elaborar uma pesquisa de anteprojeto para, aproveitando a estrutura existente da vinícola, revitalizar as características dos materiais originais da edificação, manter a área de produção, destinar a novos usos áreas ociosas e integrar novas edificações a serem construídas para agregar área de vivência, lazer e cultura ao empreendimento. A metodologia abordada foi a quantitativa e a qualitativa. Durante o desenvolvimento, ficou evidente a relação da vitivinicultura com a história da cidade e a necessidade de tornar produtivo o terreno da vinícola ao interligá-lo aos setores de cultura e lazer e ao incentivar o turismo cultural. A pesquisa do anteprojeto buscou solucionar essas questões sociais e de infraestrutura reavendo a valorização da vinícola ao propor a inserção do museu do vinho e área de convivência, a qual inclui um espaço gastronômico e de comércio local, uma vez que se constatou que o terreno é apropriado para a implantação da proposta.</p> <p>Palavras-chave: Patrimônio; Paisagem Cultural; Registro Histórico; Arquitetura Industrial; Vinícola.</p> Jociléia Peretti Jociléia Peretti Juliana Aparecida Biasi Copyright (c) 2020 Jociléia Peretti, Jociléia Peretti, Juliana Aparecida Biasi 2020-01-31 2020-01-31 5 e23750 e23750