[1]
K. Vieira, A. Schlosser, T. DeMarco, e F. D’Agostini, “RELAÇÕES ABUSIVAS NO CONTEXTO FAMILIAR”, APEvda, vol. 4, p. e20651, maio 2019.