[1]
T. DeMarco, M. H. Paula, e A. Schlosser, “ADULTIZAÇÃO E EROTIZAÇÃO INFANTIL: A INFLUÊNCIA SOCIAL”, APEvda, vol. 4, p. e20431, abr. 2019.