NÍVEL DE FLEXIBILIDADE E A RELAÇÃO COM A IDADE E SEXO DE ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DE UMA ESCOLA EM FRAIBURGO – SC

Autores

  • André Alexandre Unoesc Videira
  • Lindomar Palmera Unoesc

Resumo

A flexibilidade é um importante componente da aptidão física e deve ser treinado desde a infância. O objetivo deste estudo foi avaliar a relação entre idade e sexo com os níveis de flexibilidade em estudantes do ensino fundamental e médio de uma escola em Fraiburgo – SC. A amostra foi composta por 206 alunos com idades entre 13 a 18 anos e foram avaliados os níveis de flexibilidade e comparados entre sexo e idades dos avaliados. Os resultados apresentaram inicialmente que houve uma maior presença de alunos do sexo feminino com idade entre 16 a 18 anos, já em relação ao nível de flexibilidade 59,2% dos alunos apresentaram resultados classificados como muito fraco, 19,4% classificados como fraco e apenas 3,9% como bom e muito bom. Conclui-se que a idade e o sexo não têm influência no nível de flexibilidade em alunos do ensino fundamental e médio da escola estudada abrindo possibilidades para futuras investigações.

Palavras- chaves: Flexibilidade. Estudantes. Adolescentes. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-05-09

Como Citar

Alexandre, A. ., & Palmera, L. (2022). NÍVEL DE FLEXIBILIDADE E A RELAÇÃO COM A IDADE E SEXO DE ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DE UMA ESCOLA EM FRAIBURGO – SC. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 7, e30220. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/30220

Edição

Seção

Área das Ciências da Vida e Saúde – Artigos