ESTUDO DA PRODUÇÃO DE BIODIESEL A PARTIR DE ÓLEO RESIDUAL DE ORIGEM ANIMAL E VEGETAL VIA TRANSESTERIFICAÇÃO

Autores

  • Arthur Seidel Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Bruno Veiga
  • Rodrigo Geremias
  • Fabiana Soares
  • Muriel Levandoski

Resumo

A busca por novas alternativas de combustíveis ecologicamente corretas levou à sintetização do biodiesel. O processo de transesterificação química com catalisador básico é a principal maneira de se obter este combustível. O sebo bovino proveniente de descarte de açougues e frigoríficos possui baixo custo e pode ser matéria prima para a produção do biocombustível. Neste trabalho foram realizados experimentos com óleo vegetal usado e sebo bovino liquefeito afim de obter o biocombustível. Foram utilizados como catalizadores NaOH e KOH, como meio de reação os álcoois metanol e etanol, as temperaturas de aquecimento que foram entre 65 ºC a 83 ºC, e os tempos de aquecimento variaram entre 60 e 90 minutos. Obteve-se resultados de produção que variaram de 58,5 mL até 84,0 mL de biocombustível a partir de 100 mL de matéria prima graxa. Os melhores resultados foram obtidos com o óleo vegetal usado e mistura de óleo com sebo resultando em 84 mL e 82 mL de biodiesel respectivamente. Devido a isso, o estudo demonstra que com ajustes nos catalisadores e tempo de aquecimento existe a possibilidade de obtenção em quantia satisfatória de um combustível renovável através de resíduo pouco valorizado como o sebo bovino

Downloads

Publicado

2021-12-23

Como Citar

Seidel, A., Veiga, B., Geremias, R., Soares, F., & Levandoski, M. . (2021). ESTUDO DA PRODUÇÃO DE BIODIESEL A PARTIR DE ÓLEO RESIDUAL DE ORIGEM ANIMAL E VEGETAL VIA TRANSESTERIFICAÇÃO. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 6, e29966. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/29966

Edição

Seção

Área das Ciências Exatas e Tecnológicas – Artigos