FORÇA DE PRESSAO MANUAL, CIRCUNFÊRENCIA DE PANTURRILHA E RISCO DE QUEDAS, EM IDOSOS RESIDENTES NO MUNICÍPIO DE ARROIO TRINTA - SC

Autores

  • Tainara Pirolli Unoesc
  • Luiz Eduardo Bondan Unoesc
  • Lindomar Palmera Unoesc

Resumo

O envelhecimento é um processo contínuo e irreversível, e a progressão das doenças crônicas ocasionadas por esse  processo afeta diretamente a vida do indivíduo. Ainda, o processo de envelhecimento causa importante redução nos níveis de força muscular, o que compromete a capacidade funcional e aumenta o risco de quedas que podem afetar de maneira significativa a qualidade de vida do idoso. Diante disso, o estudo teve como objetivo avaliar a força de pressão manual e a circunferência da panturrilha em idosos residentes no município de Arroio Trinta, SC. A pesquisa apresentouse de forma descritiva e qualitativa. O grupo pesquisado foi composto por 19 idosos de ambos os sexos, com idade acima de 60 anos, escolhidos aleatoriamente e residentes no município de Arroio Trinta, SC. Para a coleta dos dados, foram utilizados o teste de força de preensão manual (FPM) e a tomada das medidas da circunferência de panturrilha (CP). Os resultados do estudo mostram que, em relação à circunferência da panturrilha, a maioria dos idosos apresentam padrões considerados ideais; e quanto à força de pressão manual, mais de 60% apresentam classificação ideal. Conclui-se
então, que os idosos residentes no município de Arroio Trinta, SC, apresentam baixo risco de quedas.

Downloads

Publicado

2021-10-05

Como Citar

Pirolli, T., Bondan, L. E., & Palmera, L. (2021). FORÇA DE PRESSAO MANUAL, CIRCUNFÊRENCIA DE PANTURRILHA E RISCO DE QUEDAS, EM IDOSOS RESIDENTES NO MUNICÍPIO DE ARROIO TRINTA - SC. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 6, e29331. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/29331

Edição

Seção

Área das Ciências da Vida e Saúde – Resumos