ASPECTOS SOCIODEMOGRÁFICOS E DE SAÚDE DOS PRATICANTES DE EXERCÍCÍOS FÍSICOS NAS ACADEMIAS AO AR LIVRE DO MUNICÍPIO DE VIDEIRA, SC

  • Ederlei Aparecida Zago Unoesc - Videira
  • Edilaine Criziele Dos Santos

Resumo

O objetivo foi identificar os aspectos sociodemográficos e de saúde dos praticantes de exercícios físicos nas academias ao ar livre no município de Videira SC. Caracterizou-se em uma abordagem quantitativa descritiva,
composta por 24 pesquisados de ambos os sexos. Para a coleta de dados utilizou-se um questionário sociodemográfico adaptado de Drago (2008). Os dados foram tabulados e analisados mediante à estatística descritiva, frequências, percentuais, médias e desvio padrão. Predominou o sexo feminino com 79,19%, com idade entre 50 a 60 anos e 41,67% aposentados, 33,33% frequentaram até o ensino fundamental, 45,83% moram com uma a duas pessoas, com renda familiar maior que três salários mínimos 41,67%. 66,67% relataram não ter nenhum problema de saúde e não possuírem nenhum plano de saúde 58,33%. Em relação há quanto tempo frequentam as academias, 41,67% apenas de um a três meses, e 41,67% percebem melhoras na saúde em geral e 83,33% relataram saberem com utilizar os aparelhos e para que cada um deles serve. Apesar do pouco tempo de frequência, os participantes da pesquisa já obtiveram benefícios significativos à saúde.

Biografia do Autor

Ederlei Aparecida Zago, Unoesc - Videira
Professora e Coordenadora do Curso de Educaçao Física da área de Ciencias da  Saúde
Publicado
18-08-2020
Como Citar
Zago, E. A., & Santos, E. C. D. (2020). ASPECTOS SOCIODEMOGRÁFICOS E DE SAÚDE DOS PRATICANTES DE EXERCÍCÍOS FÍSICOS NAS ACADEMIAS AO AR LIVRE DO MUNICÍPIO DE VIDEIRA, SC. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 5, e25285. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/25285
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Artigos