PROJETO MOVIMENTA VIDEIRA: ORIENTAÇÃO EM ACADEMIAS AO AR LIVRE NO MEIO OESTE DE SANTA CATARINA

  • Ederlei Aparecida Zago Unoesc - Videira
  • Alex

Resumo

O âmbito da saúde vem sofrendo alterações e, deste modo, a população
precisa de instrução e orientação, sendo de grande importância o indivíduo
recebê-las na sua atividade física, tanto para prevenção de lesões quanto
na melhora da aptidão física. Este estudo teve como objetivo promover a
melhoria da qualidade de vida por meio da prática de atividades físicas
orientada nas academias ao ar livre nos bairros do município de Videira, SC.
Após 20 semanas de orientação, coletaram-se dados como idade, sexo,
cirurgia recentes, uso de medicamentos e doenças crônicas de 80 pessoas,
de ambos os sexos. Resultados demonstraram que 87,3% são do sexo
feminino, 38,6% nunca precisou de cirurgia, 69% realiza atividades físicas mais
de 3 vezes por semana. Os pesquisados destacam buscar melhora na
qualidade de vida, na aptidão física e mudança na rotina, além da
interação social que existe nesses locais públicos. Conclui-se que o
acompanhamento de um profissional de educação física se faz importante
para evitar e prevenir lesões, buscando o fortalecimento muscular para isso,
trazendo benefícios para melhorar a qualidade de vida da população.


Palavras-Chave: Qualidade de vida. Saúde. Academia ao ar livre.

Biografia do Autor

Ederlei Aparecida Zago, Unoesc - Videira
Professora e Coordenadora do Curso de Educaçao Física da área de Ciencias da  Saúde
Publicado
24-07-2020
Como Citar
Zago, E. A., & Bortoloti Antunes, A. (2020). PROJETO MOVIMENTA VIDEIRA: ORIENTAÇÃO EM ACADEMIAS AO AR LIVRE NO MEIO OESTE DE SANTA CATARINA. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 5, e24868. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/24868
Edição
Seção
Área das Ciências da Educação – Artigos