PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS COLABORADORES DE UMA UNIVERSIDADE DO MEIO OESTE DE SANTA CATARINA

  • Ederlei Aparecida Zago Unoesc - Videira
  • Vagner

Resumo

O âmbito laboral vem sofrendo alterações e, deste modo, ocupando parte
significativa da vida do trabalhador. A vida laboral vem acarretando
desgastes físicos e emocionais contraditórios aos ritmos biológicos,
repercutindo na saúde, afetando o bem-estar e influenciando a qualidade
de vida (QV) no trabalho, bem como, a pessoal. O objetivo deste estudo foi
identificar a percepção da qualidade de vida e perfil ocupacional em
colaboradores da Universidade do Oeste de Santa Catarina – Campus
Videira. A pesquisa apresentou um estudo descritivo e com abordagem
quantitativa, composta por 41 colaboradores, de ambos os sexos. Para a
coleta de dados utilizou-se um questionário sociodemográfico e outro
questionário sobre qualidade de vida. Os dados foram analisados por meio
de bases estatísticas descritivas. Os resultados demostraram que o grupo
possui longas jornadas de trabalho. O sexo feminino predominou e referente
à percepção da qualidade de vida desses colaboradores, foi considerada
boa.
Palavras-Chav

Biografia do Autor

Ederlei Aparecida Zago, Unoesc - Videira
Professora e Coordenadora do Curso de Educaçao Física da área de Ciencias da  Saúde
Publicado
18-07-2020
Como Citar
Zago, E. A., & Munaro, V. (2020). PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS COLABORADORES DE UMA UNIVERSIDADE DO MEIO OESTE DE SANTA CATARINA. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 5, e24779. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/24779
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Artigos