RELAÇÕES ABUSIVAS NO CONTEXTO FAMILIAR

  • Kaliane Gilioli Vieira
  • Adriano Schlosser
  • Taisa Trombetta DeMarco Unoesc
  • Fabiana Piccoli D’Agostini

Resumo

Este artigo explana o fenômeno da violência no contexto familiar, que cresce exponencialmente gerando indicativos no fator da saúde da população. Para além disso, a violência atravessa gerações, fazendo parte da história e do pensamento político das sociedades, sendo manifestada como instrumento de poder. Dentre os contextos de manifestação, o contexto familiar apresenta-se como um espaço onde relação abusiva tem sido identificada e, em muitos casos, apresentada de forma camuflada, como manifestação de afeto e cuidado, mesmo envolvendo dor. Nesta revisão de natureza não sistemática, as vítimas de violência doméstica são crianças, adolescentes, adolescentes grávidas, indivíduos com deficiência. Identificaram-se também, os fatores relacionados a essa prática como o estresse parental, coparentalidade, parentalidade, relações conjugais, conflitos domésticos, adolescentes grávidas, cuidados com idosos, relações dos filhos perante a escola, relação dos filhos perante mãe violentada domesticamente e ambiente estressores. Conclui-se que a violência está sendo aceita como banal, integrando muitos relacionamentos sob a forma de manifestação afetiva, devendo-se problematizar e desconstruir essas associações.

Palavras-chave: Violência Psicológica. Relações abusivas. Contexto Familiar.

Biografia do Autor

Taisa Trombetta DeMarco, Unoesc
Todas
Publicado
03-05-2019
Como Citar
Vieira, K., Schlosser, A., DeMarco, T., & D’Agostini, F. (2019). RELAÇÕES ABUSIVAS NO CONTEXTO FAMILIAR. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 4, e20651. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/20651
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Artigos