A LUDICIDADE ENQUANTO RECURSO PEDAGÓGICO NO ENSINO DA MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

  • Marco André Serighelli

Resumo

O presente artigo procura refletir o quão necessário é trabalhar com matérias lúdicos em sala de aula, como fazer com que a criança amplie seus conhecimentos, relacionando nos jogos e nas brincadeiras a importância da matemática. A criança deve ser vista como um ser que está em busca da aprendizagem, assim sendo cabe ao educador enxergá-los com olhos mais críticos, ampliando suas capacidades, promovendo desafios dos quais sabe que seu aluno irá apresentar bons resultados. Baseado a partir de observações feitas no cotidiano da sala de aula, objetivando a abordagem sobre a importância da ludicidade em consonância com a matemática. Desta forma demostra que a brincadeira expressa a forma como a criança reflete, ordena, organiza, destrói e reconstrói o mundo a sua maneira. O ambiente escolar não é apenas um espaço onde a criança “entra e sai feito um robozinho” cheio de informação, mas sim um espaço que além de absorver conhecimento a criança pode expressar de modo simbólico, suas fantasias, seus desejos, medos, sentimentos e os conhecimentos que vai construindo a partir das experiências que vive. 

Palavras chaves: Estagio Curricular. Pedagogia. Ludicidade. Matemática.

Publicado
03-05-2019
Como Citar
Serighelli, M. (2019). A LUDICIDADE ENQUANTO RECURSO PEDAGÓGICO NO ENSINO DA MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 4, e20625. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/20625
Edição
Seção
Área das Ciências da Educação – Artigos