ANÁLISE DA ESTRUTURA METÁLICA DA ESTUFA DO JARDIM BOTÂNICO DE CURITIBA

  • Marco Antonio Guzzi
  • Andressa de Lima Souza
  • Juliana Aparecida Biasi Mestre em Engenharia Civil, UTFPR. Professora do Curso de Arquitetura e Urbanismo, Campus Videira, UNOESC. http://orcid.org/0000-0002-1543-9919

Resumo

O trabalho busca mostrar a importância do espaço para preservação de espécies de plantas, e a importância de pensar em materiais adequados para execução desses locais. Para adquirir este conhecimento, foi realizada uma visita técnica ao Jardim Botânico de Curitiba, ponto turístico da cidade, também conhecido e visitado para pesquisas e estudos, tanto das espécies de plantas que se encontram no local, como para observação de questões arquitetônicas. Sua estrutura é em aço e vidro, proporcionando a interação entre o ambiente interno e externo, de modo que há uma vedação contra intempéries que possam vir a atacar as espécies presentes na estufa. Cada parte do projeto foi pensada da melhor forma, de modo há interagir com o ambiente e, ao mesmo tempo, despertar a importância tanto estética quanto funcional do espaço, protegendo as espécies presentes e despertando interesses arquitetônicos referentes a sua estrutura executada.

Biografia do Autor

Juliana Aparecida Biasi, Mestre em Engenharia Civil, UTFPR. Professora do Curso de Arquitetura e Urbanismo, Campus Videira, UNOESC.

Mestre em Engenharia Civil (UTFPR)

Especialista em Engenharia e Gestão de Projetos (PUCPR)

Arquiteta e Urbanista (PUCPR)

Professora de Arquitetura e Urbanismo (Unoesc)

Publicado
03-04-2019
Como Citar
Guzzi, M. A., Souza, A. de L., & Biasi, J. A. (2019). ANÁLISE DA ESTRUTURA METÁLICA DA ESTUFA DO JARDIM BOTÂNICO DE CURITIBA. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 4, e20377. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/20377
Edição
Seção
Área das Ciências Exatas e Tecnológicas – Artigos