CARACTERIZAÇÃO BIOQUÍMICA E POTENCIAL DE BIOCONTROLE DE RIZOBACTÉRIAS DE FEIJÃO PRETO (PHASEOLUS DERASUS) CONTRA PATÓGENOS BACTERIANOS UM ESTUDO PRELIMINAR

Resumo

As rizobactérias são bactérias isoladas das raízes de diversas plantas, dentre quais o feijão. Elas podem promover o crescimento dos vegetais, e atuar no controle biológico de patógenos, pela produção de antibióticos e enzimas. Nesta pesquisa, bjetivou-se isolar, caracterizar bioquimicamente e analisar o potencial de biocontrole de rizobactéria isoladas do feijão preto, Phaseolus derasus, a patógenos bacterianos. Analisou-se também a produção de fitase e celulase pelos isolados. Para análises de biocontrole, utilizou-se a técnica de difusão em poços, contra alguns patógenos humanos e, como controle positivo de inibição dois antibióticos: eritromicina e cloranfenicol. Foram isolados cinco diferentes rizobactérias. Nenhum dos isolados apresentou potencial de biocontrole sobre os patógenos bacterianos humanos testados. Porém, o antimicrobiano cloranfenicol foi eficiente na inibição dos mesmos. Três dos isolados possuem a enzima celulase e uma, a enzima fitase, as quais podem vir a interagir e auxiliar no desenvolvimento da planta. Esta pesquisa preliminar forneceu dados bioquimicos importantes para a continuidade dos estudos relacionados ao biocontrole de isolados de plantas de importância econômica.
Palavras-chave: Inibição. Enzimas. Biotecnologia.

Biografia do Autor

Rafaela Ansiliero, Unoesc
Graduanda em Biotecnologia Industrial
Nathalia Turkot Candiago, Unoesc
Graduanda em Biotecnologia Industrial
Jane Lafayette Neves Gelinski, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Professora

Mestre em Genética -UFRGS

Doutora em Ciência dos Alimentos-USP

Publicado
06-11-2018
Como Citar
Ansiliero, R., Candiago, N. T., & Gelinski, J. L. N. (2018). CARACTERIZAÇÃO BIOQUÍMICA E POTENCIAL DE BIOCONTROLE DE RIZOBACTÉRIAS DE FEIJÃO PRETO (PHASEOLUS DERASUS) CONTRA PATÓGENOS BACTERIANOS UM ESTUDO PRELIMINAR. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 3, e19684. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/19684
Edição
Seção
ACV Artigos