EFEITO DA CONCENTRAÇÃO E TEMPERATURA NO RENDIMENTO DO PROCESSO DE OBTENÇÃO DE ISOLADO PROTEICO DE SOJA

Resumo

A proteína de soja vem ganhando status e importância diante da proteína de origem animal no mundo. A propriedade dessa leguminosa se corretamente processada, pode ser a única fonte ou a mais importante na dieta humana, equivalente a qualquer outra proteína animal. As fases de processamento da soja são simples e facilmente obtidas, consistindo basicamente da extração ácido/base da amostra desengordurada. O presente estudo teve como intuito verificar o aumento do rendimento da
proteína isolada, através de variações de processo, alterando os níveis de concentração (farelo/água) e temperatura de extração. Foi possível constatar que seguindo os padrões da indústria, com a temperatura 50°C e uma concentração de 6% de farelo em relação ao solvente, as amostras obtiveram o maior percentual de proteínas isoladas e rendimento consecutivamente.
Publicado
29-08-2017
Como Citar
Silva, M. B., Francio, M., França, E., Nunes, L., & Silva, D. (2017). EFEITO DA CONCENTRAÇÃO E TEMPERATURA NO RENDIMENTO DO PROCESSO DE OBTENÇÃO DE ISOLADO PROTEICO DE SOJA. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Videira, 2, e15294. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuv/article/view/15294
Edição
Seção
ACET Artigos