Anuário Pesquisa e Extensão Unoesc São Miguel do Oeste https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo <p>E-ISSN 2525-6556</p> <p>Publicação contínua – o conteúdo e a revisão do texto são de responsabilidade dos autores.</p> pt-BR <ol type="a"><li>Autores mantém os direitos autorais e concedem à Editora Unoesc o direito da publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</li></ol> clair.zacchi@unoesc.edu.br (Clair Fátima Zacchi) editora@unoesc.edu.br (Editora Unoesc) ter, 17 dez 2019 14:14:51 +0000 OJS 3.1.2.1 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Folha de Rosto https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/23681 Editora Unoesc Copyright (c) 2019 Editora Unoesc https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/23681 ter, 17 dez 2019 14:08:40 +0000 A relação da mulher com o próprio corpo e a influência no desenvolvimento dos transtornos alimentares https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/23676 <p>A presente pesquisa tem como tema principal, a relação da mulher com o próprio corpo e a consequente influência desta no desenvolvimento dos transtornos alimentares. Para tanto, buscou-se na literatura um aprofundamento sobre as questões de corporeidade da mulher e também o surgimento, desenvolvimento e tratamento dos transtornos alimentares. Os objetivos da pesquisa visaram compreender a relação da mulher com o próprio corpo, bem como os fatores sociais, familiares e psicológicos, que possam influenciar no desenvolvimento de um transtorno alimentar. O método utilizado foi de caráter qualitativo fenomenológico, constituído por entrevistas abertas, gravadas em áudio e posteriormente transcritas, realizadas com quatro mulheres de diferentes idades, que possuem um histórico de transtorno alimentar.&nbsp; A partir das entrevistas, foi possível averiguar a história de vida de cada uma das mulheres, entender o processo de construção e desconstrução de sua autoimagem e assim, compreender as causas e consequências ligadas à vivência do transtorno alimentar. Para além disso, foi possível identificar diversas questões de caráter psicológico, bem como a importância do processo psicoterápico na vida dessas mulheres.</p> <p>Palavras Chave: Mulher. Corpo. Transtornostornos alimentares.</p> Paola Cristina Breda Copyright (c) 2019 Paola Cristina Breda https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/23676 ter, 17 dez 2019 14:10:55 +0000