PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO COMO ECONOMIA DE TRIBUTOS: ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE TRANSPORTE DE CARGAS DO MUNICÍPIO DE CUNHA PORÃ - SC

Autores

  • JAQUELINE PÖTTKER CAMARGO
  • MÍRIAN DALL’AGNOL BISELLO
  • ÁUREA BRUSTOLIN MOLINET
  • Lediani Mohr Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Cada vez mais as empresas buscam maneiras de reduzir custos e aumentar resultados, sendo que uma das ferramentas utilizadas para obter esses ganhos é um bom planejamento tributário, o qual exige um senso do planejador, para que busque alternativas legais para a redução da carga tributária nas empresas. O objetivo do presente estudo foi analisar as características do planejamento tributário e através delas apontar qual o melhor regime de tributação para uma empresa de transportes rodoviários de cargas do município de Cunha Porã- SC, que é optante pelo regime tributário do lucro presumido. O estudo traz a avaliação entre as modalidades tributárias: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real, demonstrando a forma de tributação mais adequada para apontar a tributação menos onerosa para a empresa, trazendo os melhores resultados econômicos e financeiros. Com base nas análises foi possível identificar o reflexo que a carga tributária causa no resultado da empresa considerando os tributos analisados: PIS, COFINS, ICMS, ISS, IRPJ e CSLL. Conclui- se que no período estudado a opção tributária do Simples Nacional é a mais vantajosa para a empresa; gerando uma economia de mais de cinquenta mil reais, durante um período de doze meses.

Palavras chave: Simples Nacional. Lucro Presumido.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-06-23

Como Citar

PÖTTKER CAMARGO , J. . ., DALL’AGNOL BISELLO, M., BRUSTOLIN MOLINET, ÁUREA ., & Mohr, L. (2022). PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO COMO ECONOMIA DE TRIBUTOS: ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE TRANSPORTE DE CARGAS DO MUNICÍPIO DE CUNHA PORÃ - SC. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 7, e30464. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/30464

Edição

Seção

Área das Ciências Sociais – Artigos