GESTÃO DE CUSTOS NA ATIVIDADE LEITEIRA: SISTEMA TRADICIONAL E COMPOST BARN

Autores

  • KATIANE REGINA ZANATTA
  • LIANA KUNZ SCHMIDT Unoesc
  • ANDRESSA MICHELS UNOESC
  • Aurea Brustolin Molinet
  • Valmir Roque Sott

Resumo

O estudo apresenta as diferenças de custos em dois sistemas de produção leiteira, tradicional e compost barn. Os casos são propriedades localizadas no interior de São Miguel do Oeste SC, com dados de 07/2020 a 06/2021. Os custos relacionados à produção leiteira no geral, apresentaram-se superiores no compost barn durante o período analisado. O custo unitário no segundo semestre de 2020, no sistema compost barn foi de R$ 1,32, já no sistema tradicional o custo por litro foi  R$ 1,22, enquanto no primeiro semestre de 2021 o custo por litro no compost barn ficou em R$ 1,88 e no tradicional R$ 1,70. O custo maior no compost barn é compensado pela produção de leite. No segundo semestre de 2020 o método compost barn apresentou uma margem de lucro maior R$ 0,82 e R$ 0,66 no tradicional, o alto custo da alimentação, responsavel pela maior parcela dos custos totais, fez com que no primeiro semestre de 2021 a situação fosse inversa, no sistema compost barn o lucro por litro foi de R$ 0,24 e no tradicional R$ 0,30 mostrando-se superior. Desse modo, conclui-se que o compost barn, apesar de possuir custos superiores de produção em relação ao sistema tradicional, apresenta maior lucratividade.

Palavras-chaves: Atividade leiteira. Gestão de custos. Sistema tradicional. Compost barn.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-06-23

Como Citar

ZANATTA, K. R., KUNZ SCHMIDT, L., MICHELS, A., Brustolin Molinet, A., & Sott, V. R. (2022). GESTÃO DE CUSTOS NA ATIVIDADE LEITEIRA: SISTEMA TRADICIONAL E COMPOST BARN. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 7, e30441. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/30441

Edição

Seção

Área das Ciências Sociais – Artigos