DESENVOLVIMENTO DA CULTURA DE SALSINHA (PETROSELINUM CRISPUM) SOB DOSES CRESCENTES DE ADUBAÇÃO QUÍMICA E ORGÂNICA

Autores

  • Rodrigo Soares Antunes Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Aniéli Shussler UNOESC
  • Jones Leandro de Oliveira Flores UNOESC

Resumo

O presente trabalho estudou desenvolvimento da cultura da salsa sob doses
crescentes de adubação química e orgânica. O trabalho foi conduzido no
município de Maravilha/SC, em ambiente controlado. O delineamento
experimental a ser utilizado é o inteiramente casualizado, em esquema
fatorial 2x4, com quatro doses e duas fontes de adubação e três repetições,
além da testemunha, totalizando vinte e quatro unidades, 0, 5, 10 e 15 g e 0,
34, 68 e 102g respectivamente. Os vasos dispõem de 13 cm de
circunferência e 12 cm de altura, inseridas duas mudas de salsa nos mesmos.
O experimento passou por algumas avaliações de altura e massa verde.
Todas as amostras foram satisfatórias para as variáveis calculadas,
apresentando diferença estatística sobre teste Tukey probabilidade 5%. As
variáveis analisadas, expressam diferença estatística, o que condiz a um
fator mais importante que foi a massa verde, o que é comercialmente
redirecionado ao produtor final se obteve destaque ao orgânico aplicado
102g.

Downloads

Publicado

28-06-2021

Como Citar

Soares Antunes, R., Shussler, A. ., & Leandro de Oliveira Flores, J. (2021). DESENVOLVIMENTO DA CULTURA DE SALSINHA (PETROSELINUM CRISPUM) SOB DOSES CRESCENTES DE ADUBAÇÃO QUÍMICA E ORGÂNICA. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 6, e27834. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/27834

Edição

Seção

Área das Ciências Agrárias – Artigos