A MEDIAÇÃO FAMILIAR COMO SUPORTE AO DIREITO DE CONVIVÊNCIA: uma análise das situações de alienação parental

  • Ághata Fernanda Nardes Alves Pereira UNOESC
  • Fernanda Tentin

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo abordar a mediação familiar como uma forma de suporte ao direito de convivência, analisando situações de alienação parental e destacando como a mediação pode auxiliar em
demandas desta natureza. Este trabalho foi desenvolvido por meio de pesquisa descritiva e qualitativa, utilizando-se de pesquisas bibliográficas para definição de termos e conteúdos. Conclui-se que a mediação é chave fundamental para que o direito de convivência seja assegurado e pode ser muito importante no desenvolvimento das relações familiares, o que evitaria atos de alienação por parte daqueles que buscam compartilhar guarda de filhos.

Publicado
30-11-2020
Como Citar
Nardes Alves Pereira, Ághata F., & Tentin, F. (2020). A MEDIAÇÃO FAMILIAR COMO SUPORTE AO DIREITO DE CONVIVÊNCIA: uma análise das situações de alienação parental. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 5, e26703. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/26703
Edição
Seção
Área da Ciência Jurídica – Resumos