AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO DA CULTURA DA SOJA (GLYCINE MAX (L.) MERRILL), SUBMETIDA À COINOCULAÇÃO ASSOCIADOS AO USO DE DOSES CRESCENTES DE COMO E ROTAÇÃO DE CULTURA

  • Juliana Vedana Bonetti UNOESC
  • Astor Bundenchen
  • André Sordi
  • Natana Menegatt

Resumo

O presente trabalho refere-se a avaliação de rendimento da cultura da soja submetida à coinoculação com Azospirillum brasiliense e bradyrizobium associados ao uso de doses de crescentes  crescentes de CoMo em diferentes rotações de culturas. as variáveis analisadas foram o rendimento do soja (kg/ha) , teor de proteína bruta, número de vagens e número de grãos/vagens, a massa de mil sementes do soja, a taxa de exportação dos nutrientes (PK), teor de fósforo e potássio da cultura da soja, submetida à coinoculação  sob diferentes doses de Co e Mo em diferentes rotações de cultura. Os tratamentos foram submetidos por doses de CoMo, aplicados nas sementes coinoculadas em dois sistemas de rotação. O delineamento utilizado é blocos casualizados em esquema fatorial com 8 tratamentos e 03 repetições. As avaliações constataram na coleta de cinco plantas aleatorias por parcela, amostradas em estadio R8. O tratamento de sementes teve rendimento de grãos semelhantes em todas as doses.  Massa de mil grãos teve diferença significativa em uma das dosagens isso se deve a ação do molibdenio tem ação enzimática do nitrato redutase que possibilita a incorporação do nitrogênio pelas plantas . Na avaliação de número de vagens houve diferenças significativas nas duas rotações de cultura. Para a avaliação de PB na rotação 2 houve diferenças estatisticas significativas em relação as doses na rotação 1.. Exportação k2O em rotação 2 houve uma diferença estatisticamente entre as doses. A importância da aplicação de CoMo complementa significativamente no rendimento de todos os paramentos analizados.   

Publicado
01-09-2020
Como Citar
Vedana Bonetti, J., BUNDENCHEN, A. ., SORDI, A. ., & MENEGATT, N. (2020). AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO DA CULTURA DA SOJA (GLYCINE MAX (L.) MERRILL), SUBMETIDA À COINOCULAÇÃO ASSOCIADOS AO USO DE DOSES CRESCENTES DE COMO E ROTAÇÃO DE CULTURA . Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 5, e26168. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/26168
Edição
Seção
Área das Ciências Agrárias – Resumos