ECLÂMPSIA: PATOLOGIA ENTRE AS GESTANTES DE ALTO RISCO E ASSISTÊNCIA DO ENFERMEIRO

  • Ana Cristina Mucke Unoesc- Campus SMO
  • Cleomara Andrighi UNOESC
  • Vanessa Thesing UNOESC
  • Silvana Sidloski Fernandes UNOESC
  • Gabriele Henkes UNOESC

Resumo

Introdução: A gestação é um processo fisiológico, porém algumas gestantes podem desenvolver alguma complicação ou doença, sendo classificadas como de alto risco, a exemplo de diabetes gestacional, hemorragias da gestação, ou desenvolver alguma das síndromes hipertensivas (doença hipertensiva gestacional, pré-eclâmpsia, eclâmpsia e síndrome de HELLP) (LEAL et al, 2017). No Brasil, não há muitos estudos que demosntram a prevalência das enfermidades durante a gravidez, sendo de extrema relevância repassar informações sobre os principas agravos que acometem essa população, diminuindo a incidência de complicações (SOUZA et al, 2013). Objetivo: revisar a literatura cientifíca para descrever como a eclâmpsia acomete a gestante e a importância de assistência do enfermeiro. Metodologia: estudo bibliográfico do tipo descritivo-exploratório, utilizando-se das bases de dados como Scielo e Lilacs. Os critérios de inclusão foram produções em português, entre os anos de 2009 e 2017.

Publicado
27-08-2020
Como Citar
Mucke, A. C., Andrighi, C., Thesing, . V., Fernandes, S. S., & Henkes, G. . (2020). ECLÂMPSIA: PATOLOGIA ENTRE AS GESTANTES DE ALTO RISCO E ASSISTÊNCIA DO ENFERMEIRO . Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 5, e26123. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/26123
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Resumos expandidos