ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA PREVENÇÃO DA TRANSMISSÃO VERTICAL DE HIV EM GESTANTES SOROPOSITIVAS

  • Joeli Petry UNOESC/SMO
  • Carla Denise Sturm
  • Cleomara Toigo
  • Eduarda Banhara Bortolotto
  • Ana Cristina Mucke

Resumo

O crescimento relativo do número de mulheres soropositivas em todo o mundo trouxe como principal consequência o aumento de crianças infectadas pela transmissão vertical. Assim, cabe ao enfermeiro, a partir da confirmação do diagnóstico de HIV positivo em gestantes, adotar medidas para a prevenção da transmissão vertical entre o binômio mãe e filho, desde o momento da confirmação do diagnóstico, durante todo o pré-natal, parto e pós-parto. Portanto, esse resumo objetiva compreender a atuação do enfermeiro frente ao controle da transmissão vertical do HIV em gestantes soropositivas. Foi realizada pesquisa descritiva, com revisão integrativa da literatura.

Publicado
06-08-2020
Como Citar
Petry, J., Sturm, C. D., Toigo, C., Banhara Bortolotto, E., & Mucke, A. C. (2020). ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA PREVENÇÃO DA TRANSMISSÃO VERTICAL DE HIV EM GESTANTES SOROPOSITIVAS. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 5, e24953. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/24953
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Resumos expandidos