A LIBERDADE ECONÔMICA COMO POTENCIAL EFETIVADORA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS

UM COMPARATIVO COM O ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO DOS PAÍSES DA AMÉRICA DO SUL

  • Marcio Schaker UNOESC/SMO
  • Sérgio Schneider UNOESC/SMO

Resumo

O presente artigo discorre sobre o Índice de Liberdade Econômica, elaborado pela Heritage Fundation, o qual busca quantificar a liberdade econômica da população de 186 países. Com base neste estudo, comparou-se ao Índice de Desenvolvimento Humano dos países da América do Sul, um dos principais indicadores sociais, para estabelecer uma relação entre a liberdade econômica e a qualidade de vida da sociedade. Concluiu-se que, quanto maior a liberdade econômica dos indivíduos, melhor serão efetivados os direitos e garantias fundamentais.

Biografia do Autor

Sérgio Schneider, UNOESC/SMO

Sérgio Schneider. Docente na Universidade do Oeste de Santa Catarina. Especialista em Administração da Qualidade – UNOESC; Mestre em Administração Estratégica de Negócios – Universidad Nacional de Missiones, Argentina (2012).

Publicado
17-06-2020
Como Citar
Schaker, M., & Schneider, S. (2020). A LIBERDADE ECONÔMICA COMO POTENCIAL EFETIVADORA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS: UM COMPARATIVO COM O ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO DOS PAÍSES DA AMÉRICA DO SUL. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 5, e24475. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/24475
Edição
Seção
Área da Ciência Jurídica – Resumos