IMIGRAÇÃO HAITIANA EM SÃO MIGUEL DO OESTE:

UMA ANÁLISE DAS POLÍTICAS PÚBLICAS E PRIVADAS DE ACOLHIMENTO AOS IMIGRANTES

  • Vanessa Luz UNOESC

Resumo

A crise migratória é problemática discutida em âmbito mundial. No Brasil, desde 2010, há um crescente fluxo migratório de haitianos que se deslocam para o país em busca de melhores condições de vida. Assim, o presente estudo teve como objetivo analisar a existência ou não de políticas de acolhimento voltadas a imigrantes haitianos no município de São Miguel do Oeste – SC. Por meio de pesquisa bibliográfica e entrevistas, se buscou informar como acontece o processo migratório em âmbito nacional, estadual e municipal, além de abordar as legislações existentes destinadas a imigrantes. Através de informações fornecidas, principalmente, pela Pastoral do Migrante, se chegou na conclusão de que, no município, quem realiza o acolhimento de imigrantes é, em quase sua totalidade, a própria Pastoral. O poder público, nesse sentido, é apático, e não mantem interligação dos seus órgãos para atendimento ao público haitiano. Com a realização desta pesquisa percebeu-se que, com o passar do tempo, os imigrantes residentes no município se tornaram mais autônomos na busca por informações. Contudo, isso não retira a incumbência do Poder Público de fornecer políticas de acolhimento e integração a esta parcela da população.

Palavras-chave: imigrantes; acolhimento; haitianos; São Miguel do Oeste

Publicado
28-04-2020
Como Citar
Luz, V. (2020). IMIGRAÇÃO HAITIANA EM SÃO MIGUEL DO OESTE: : UMA ANÁLISE DAS POLÍTICAS PÚBLICAS E PRIVADAS DE ACOLHIMENTO AOS IMIGRANTES. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 5, e24046. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/24046
Edição
Seção
Área da Ciência Jurídica – Artigos