ARMA DE FOGO: POSSE E PORTE, ATUALMENTE, DEVE SER UM DIREITO PARA O CIDADÃO BRASILEIRO?

  • Maria Eduarda Wesendonck Unoesc
  • Eduardo Felipe Dondoerfer
  • Alessandro Pereira Tiesca Unoesc

Resumo

O presente trabalho, se constitui de uma abordagem a um tema polêmico, o
qual há muito tempo vem sendo debatido entre as pessoas e, que,
atualmente, ganhou palco em discursos políticos, criando discursos acirrados
também, em inúmeras instituições de ensino do nosso país. Aqui serão
esclarecidas inúmeras informações acerca do assunto, permitindo por meio
da resolução da dúvida, sua própria conclusão. Face as provas colacionadas
ao presente trabalho, sugerimos notoriamente, a necessária manifestação
popular, no sentido de que a sociedade de bem, hoje em desvantagem,
quando comparada ao público mal-intencionado, possa exercer seus direitos
constitucionais, o qual sugerimos. Razão pela qual recomendamos a leitura
deste artigo, o qual indiscutivelmente, auxiliará na formação de opinião
particular dos leitores, permitindo assim a defesa de seus direitos e de terceiros.
Palavras-chave; Arma.Posse. Porte.Armamento.

Biografia do Autor

Alessandro Pereira Tiesca, Unoesc

Professor coordenador. 

Publicado
08-07-2019
Como Citar
Wesendonck, M. E., Dondoerfer, E. F., & Tiesca, A. P. (2019). ARMA DE FOGO: POSSE E PORTE, ATUALMENTE, DEVE SER UM DIREITO PARA O CIDADÃO BRASILEIRO?. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 4, e21279. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/21279
Edição
Seção
Área da Ciência Jurídica – Artigos