Processamento minímo de laranja em diferentes cortes

  • Ivo Rogério Griebeler
  • Rogério Volmir Calgaro Júnior
  • Claudia Klein

Resumo

O teste foi aplicado com o objetivo de avaliar  propriedades denominadas químicas e físicas da fruta Laranja (Citrus sinensis), que foram processados em três formas diferentes, sendo o fruto descascado mas com presença de 'albedo', outro fruto descascado 'sem presença' de albedo, e por último a fruta descascada sem albedo mas separadas em gomos. Feito isso, foram avaliados os resultados em tempos diferentes. Todos os frutos foram cuidadosamente lavados, bem esterilizados, cada amostra com sua massa detalhado, executado as análises de Perda de Massa Fresca, Penetrômetria, Potencial hìdrogeniônico (pH), Acidez Total Titulável (ATT), Sólidos Solúveis Totais (SST) e Relação SST/ATT. As outras amostras para a próxima análise foram acondicionadas e armazenadas 21 dias sobre refrigeração em torno de ± 0,8 °C com a umidade relativa (UR) de ± 85%, e temperatura ambiente externa de ± 20 °C. Comparando as duas análises feitas, têm-se o resultado diferenciado entre o 'processo aplicado' e 'dias de armazenamento', considerando pH mais alterado para 'gomos'.

Publicado
12-06-2019
Como Citar
Griebeler, I. R., Calgaro Júnior, R. V., & Klein, C. (2019). Processamento minímo de laranja em diferentes cortes. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 4, e21090. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/21090
Edição
Seção
Área das Ciências Agrárias – Artigos