Laranja minimamente processada acondicionada em diferentes embalagens

  • Chérllyn Marcél Alves Dias
  • João Augusto Voos
  • Claudia Klein

Resumo

A Laranja Pera (Citrus sinensis L. Osbeck) é uma das mais importantes variedades citrícolas brasileira e uma das mais cultivadas do país, por ser doce e levemente ácida. É uma fruta não climatérica, necessitando ser colhida no ponto ideal de maturação, o que diminui sua vida útil, carecendo cuidados no armazenamento. O objetivo deste trabalho foi determinar o efeito de diferentes embalagens na conservação pós-colheita da laranja pera em ambiente refrigerado. Para isso foram realizadas avaliações de sólidos solúveis totais (SST), acidez total titulável (ATT), % de perda de massa e pH. As laranjas foram cortadas em seis partes semelhantes e armazenadas em embalagens (bandeja de isopor, bandejas de plástico descartável e saco zip) em temperatura constante de ±0,9 ºC por 21 dias. O uso da embalagem saco zip apresentou os melhores resultados nas avaliações, ATT, pH e % de perda de massa quando comparados à bandeja de plástico descartável e bandeja de isopor, porem na avaliação de sólidos solúveis totais (SST), não obteve resultado significativo na comparação, desta forma explica-se que embalagens perdem maior % de massa pois transpiram mais, no entanto conseguem manter os graus brix próximas do padrão colheita.

Publicado
12-06-2019
Como Citar
Alves Dias, C. M., Voos, J. A., & Klein, C. (2019). Laranja minimamente processada acondicionada em diferentes embalagens. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 4, e21086. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/21086
Edição
Seção
Área das Ciências Agrárias – Artigos