Qualidade f´ísica e química da pera (Pyrus comunis) submetidas a diferentes métodos de conservação na pós-colheita

  • Adriano Possato
  • Leonardo Francisco Cagnini
  • Claudia Klein

Resumo

A pera é um fruto muito nutritivo e procurado pelos consumidores de todo o Brasil. O objetivo do experimento foi avaliar a qualidade da fruta em pós-colheita. O seguinte trabalho foi realizado no laborátorio da UNOESC, foram considerados para as avaliações as condições gerais do fruto como cor, tamanho, forma, amassamentos e danos por insetos. As variaveis analisadas foram a perda de massa, penetrômetria no qual avaliou-se a firmeza da polpa, potencial hidrogeniônico que quantifica a acidez do fruto, acidez total titulável que caracteriza sabor, odor, cor estabilidade e manutenção de qualidade, sólidos solúveis totais no qual se quantifica o teor de açúcar no fruto. Os frutos foram avaliados em duas oportunidades, fresco sem película protetora e após 21 dias sem película e com película. Os resultados obtidos foram, perda de massa em relação ao fruto fresco, diminuição na dureza da polpa devido ao seu amadurecimento, baixa no teor (pH), baixa acidez em relação ao fruto fresco e por fim aumento do teor de açucar indicada pelo aumento do grau Brix. Pontando, nessas condições somente os teores de açúcares se destacaram tento aumento na sua concentração nos frutos com película.

Publicado
12-06-2019
Como Citar
Possato, A., Cagnini, L. F., & Klein, C. (2019). Qualidade f´ísica e química da pera (Pyrus comunis) submetidas a diferentes métodos de conservação na pós-colheita. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 4, e21083. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/21083
Edição
Seção
Área das Ciências Agrárias – Artigos