Propriedades qualitativas de cenouras submetidas a tratamento com ácido ascórbico

  • Adriana Ferraz
  • Joana Kafer
  • Claudia Klein

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo avaliar a qualidade da cenoura em pós-colheita, submetida a tratamentos com e sem ácido ascórbico. As cenouras foram lavadas e cortadas em rodelas uniformes e divididas em três porções, sendo que uma porção foi avaliada como padrão colheita, e as outras duas foram avaliadas após 21 dias de armazenamento em ambiente controlado sob diferentes tratamentos. Parte das porções foram moídas e utilizadas para determinação do pH, grau brix e acidez titulável. Uma porção das rodelas foram imersas por 10 minutos em ácido ascórbico (1%), escorridas e embaladas em embalagens de polietileno, já a porção em que não foi realizada nenhum tratamento foi apenas embalada. As amostras foram pesadas e armazenadas em ambiente controlado por 21 dias. Os resultados mais próximos em relação ao ponto de colheita foram observados quando utilizou-se o ácido ascórbico.

Publicado
12-06-2019
Como Citar
Ferraz, A., Kafer, J., & Klein, C. (2019). Propriedades qualitativas de cenouras submetidas a tratamento com ácido ascórbico. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 4, e21082. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/21082
Edição
Seção
Área das Ciências Agrárias – Artigos