DEPRESSÃO EM USUÁRIOS QUE FREQUENTAM O CAPS

  • Ana Paula Lazzari
  • Arnaldo Junior Rasche
  • Luiz Felipe Marques Santana UNOESC
  • Angela Maria Bavaresco
  • Paulo Ricardo Bavaresco

Resumo

Este trabalho reflete o resultado de uma pesquisa que se desenvolveu a partir da curiosidade em identificar a probabilidade de pessoas com depressão que residem em um município na região do extremo oeste de Santa Catarina (SC). Segundo estimativas a depressão já é a maior doença psicológica no mundo, esta enfermidade pode levar a morte. Apos pesquisa bibliográfica sobre estimativa de dados realizou-se a analise dos prontuários de pessoas diagnosticadas com depressão, formas de acompanhamento e tratamento da enfermidade, que frequentam o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Essa pesquisa de cunho quantitativo, comparou pacientes diagnosticados com depressão no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) desse município e as pessoas diagnosticadas com depressão no estado de Santa Catarina. O índice de pessoas com depressão mostra-se alarmante.

Publicado
10-04-2019
Como Citar
Lazzari, A., Rasche, A., Santana, L. F., Bavaresco, A., & Bavaresco, P. (2019). DEPRESSÃO EM USUÁRIOS QUE FREQUENTAM O CAPS. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc São Miguel Do Oeste, 4, e20460. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeusmo/article/view/20460
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Artigos