Voltar aos Detalhes do Artigo QUEREMOS OU NÃO QUEREMOS CONVIVER? QUEREMOS ESSE NOSSO QUERER? UMA REFLEXÃO EM MATURANA E XIMENA Baixar Baixar PDF