SALMONELLA ENTERICA NO LAGEADO FERREIRINHA, JOAÇABA - SC

Resumo

O objetivo deste  trabalho foi avaliar a contaminação do Lajeado Linha Ferreirinha em Joaçaba, SC, por  Salmonella enterica. As amostras de água foram coletadas em um ponto zona rural e um ponto na zona urbana no bairro Caetano Branco, na divisa entre os municípios de Joaçaba e Luzerna. As coletas foram realizadas com método de  arraste por 24 horas e o  método de detecção utilizado foi o ISO 6579- 1:2017. Foram realizadas 10 seções de coleta no segundo semestre de 2020. Os resultados demonstraram a incidência de 30%  de Salmonella no ponto A e 70% no ponto B. A frequência de isolamento maior no ponto B é  atribuída a contaminação aos efluentes urbanos, já que o final do percurso do riacho é densamente povoado. A presença de Salmonella no ponto A é atribuída à lixiviação devido a fertilização com dejetos animais e mesmo a existência de propriedades produtoras de animais acima do ponto de coleta. Conclui-se que a contaminação por efluentes urbanos neste local é a  principal causa da presença do patógeno na água do Lajeado Ferreirinha.

Palavras-chave: Ambientes aquáticos. Contaminação hídrica. Microbiologia da água.

Publicado
21-12-2020
Como Citar
Casagrande, G., Savariz, A., & Degenhardt, R. (2020). SALMONELLA ENTERICA NO LAGEADO FERREIRINHA, JOAÇABA - SC. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Joaçaba, 5, e27140. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeuj/article/view/27140
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Artigos