VIVÊNCIAS DO GEPSE

COLETA DE PRESSÃO ARTERIAL E GLICEMIA CAPILAR NA CETRIC MATRIZ

  • Dayanne Sampaio Antonio Unoesc
  • Rosane Backes Unoesc
  • Jean Christian Rita Geisel Unoesc
  • Larissa Dornelles de Oliveira Unoesc
  • Viviane Vivian Unoesc
  • Rafael Cunha Laux Universidade do Oeste de Santa Catarina https://orcid.org/0000-0003-2723-3130

Resumo

No dia 20 de setembro de 2019, no período vespertino, o Grupo de Estudo em Psicofisiologia do Exercício (GEPsE) da Unoesc Chapecó, realizou a coleta de pressão arterial (PA) e glicemia capilar na CETRIC – Central de Tratamentos de Resíduos Sólidos Industriais em Chapecó/SC. As coletas foram realizadas antes da palestra destinada aos funcionários, por cinco acadêmicos, sendo que um era o anotador dos dados, dois aferiam a PA e dois a glicemia capilar, com supervisão do Professor Orientador que explicava aos funcionários o procedimento. Foram coletados dados de 48 funcionários, porém 5 indivíduos foram excluídos da apresentação de dados, pois recusaram-se a aferir a PA ou a glicemia capilar. O procedimento de coleta seguiu o protocolo: a) o funcionário se identificava para o anotador que registrava dados como nome completo e data de nascimento em uma planilha e em uma cartilha que seria entregue ao funcionário ao final da sua coleta com os seus resultados; b) aferição da PA por até três vezes e em casos de dúvidas sobre o valor obtido os avaliadores trocavam para verificação; e c) avaliação da glicemia capilar era por meio do medidor de glicose G Tech Free. Para análise dos dados coletados utilizou-se média e desvio padrão e foram divididos os participantes em três grupos, sendo Grupo Geral – GG – (n=43) com 36,89±11,30 anos de idade; Grupo Feminino – GF – (n=11) 32,27±10,08 anos de idade; e Grupo Masculino – GM – (n=32) com 38,48±11,41 anos de idade. Observou-se no GG a glicemia capilar de 101,44±14,01 mg/dl, enquanto que no GF de 102,82±8,65 mg/dl e no GM 100,97±15,52 mg/dl. Verificou-se a PA sistólica no GG de 122,09±14,57 mmHg e a PA diastólica 79,12±16,43 mmHg, ao passo que no GF a PA sistólica de 110,91±8,31 mmHg e a PA diastólica 77,73±6,07 mmHg e no GM a PA sistólica de 125,94±14,34 mmHg e a PA diastólica 79,59±18,79 mmHg. Estas experiências proporcionadas aos acadêmicos do GEPsE são de extrema importância para o desenvolvimento do perfil profissional destes indivíduos. Ainda, esta coleta apresentou relevância pelo fato que com o feedback pela cartilha entregue ao final dos exames verificou-se indivíduos com casos de PA elevada, o que possibilitou aos acadêmicos orienta-los a procurarem um médico para avaliação de suspeita de hipertensão arterial. Estas ações afirmam o papel da Educação Física em Chapecó com o tripé da Educação Universitária Brasileira, o ensino, a pesquisa e a extensão.

Biografia do Autor

Rafael Cunha Laux, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Mestre em Educação Física (UFSM), Especialista em Personal Training (UNOESC). Coordenador do Laboratório de Fisiologia do Exercício e Professor do Curso de Educação Física da UNOESC Chapecó.

Publicado
22-10-2019
Como Citar
Antonio, D. S., Backes, R., Geisel, J. C. R., Oliveira, L. D. de, Vivian, V., & Laux, R. C. (2019). VIVÊNCIAS DO GEPSE: COLETA DE PRESSÃO ARTERIAL E GLICEMIA CAPILAR NA CETRIC MATRIZ. Anuário Pesquisa E Extensão Unoesc Chapecó, 4, e23223. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/apeucco/article/view/23223
Edição
Seção
Área das Ciências da Vida e Saúde – Resumos expandidos