Cuidados paliativos: a visão da equipe multiprofissional

  • Janderson Tiago Bonamigo
  • Laryssa Ivaz Correia da Silva
  • Fabiana Meneghetti Dallacosta

Resumo

Atualmente, há um expressivo número de estudos que descrevem os sentimentos dos pacientes diante do final da vida, contudo temas que descrevam os sentimentos e as ações dos profissionais de saúde que trabalham, cotidianamente, com a perda de pacientes, permanecem em menor número.  Com este estudo objetivou-se avaliar a percepção dos profissionais de saúde diante da finitude da vida dos pacientes oncológicos. Foram entrevistados 20 profissionais, sendo dois médicos, cinco enfermeiros e 13 técnicos em enfermagem, 95% do sexo feminino, com faixa etária entre 26 e 36 anos. A maioria dos entrevistados veem a morte como um processo natural e referem que encaram a morte de um paciente com profissionalismo, tendo sentimento de tristeza, conformidade e respeito pela família. Sobre o paciente fora de possibilidades terapêuticas, os sentimentos são de respeito, e fazem o possível para o bem-estar do paciente. Concluiu-se que é importante os profissionais refletirem mais sobre a finitude da vida, e que grupos de estudo e equipes de cuidados paliativos são estratégias que podem auxiliar os profissionais e pacientes no enfrentamento da finitude da vida.     

Palavras-chave: Oncologia. Finitude. Profissionais de saúde. 

Publicado
19-06-2018
Como Citar
Bonamigo, J. T., Silva, L. I. C. da, & Dallacosta, F. M. (2018). Cuidados paliativos: a visão da equipe multiprofissional. Anais Da Semana Acadêmica E Mostra Científica De Enfermagem, 12. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/anaissamcenf/article/view/16229
Edição
Seção
Resumos