DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA EM ÂMBITO REGIONALIZADO: UM ESTUDO DA CRIAÇÃO DA COOOPERATIVA A1 DO MUNICÍPIO DE DESCANSO, SC

  • Paulo Ricardo Bavaresco Unoesc
  • Caroline Paini
  • Maiara Coletto

Resumo

Desde meados do século XVIII, na Inglaterra, a cooperativa matriz de Rochdale iniciou o modelo de cooperativismo que ficou conhecido em todo o mundo. Inicialmente caracterizado como precário, o cooperativismo inglês propunha como objetivo basilar a organização de uma cooperação informal baseada na ajuda mútua entre os associados com o intuito de pura sobrevivência. Com o desenvolvimento cooperativista, a instituição de princípios fundamentais buscou instaurar um novo sistema econômico e social fundado na cooperação com o objetivo de transformações conjunturais ao longo da história. O sistema cooperativista do século XVIII passou por inúmeras mudanças até chegar ao que conhecemos hoje. Nesse mister, fazem-se necessárias a contextualização histórica e a análise conjuntural de perspectivas de desenvolvimento para a atualidade. Além de compreender o contexto global cooperativista, é necessário analisar regionalmente os pequenos grupos associados, que se estabelecem em prol de efetivar a comercialização de maneira mais competitiva e organizada. Com esse intuito, com o presente artigo visou-se um estudo regionalizado do sistema cooperativista local, qual seja da Cooperativa A1 localizada no Município de Descanso, SC. Para alcançar tal objetivo, as informações que seguem foram coletadas com essa organização cooperativista para estabelecer, por meio da pesquisa bibliográfica, o registro da criação, organização e evolução da Cooperativa A1.

Publicado
27-11-2015
Como Citar
Bavaresco, P. R., Paini, C., & Coletto, M. (2015). DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA EM ÂMBITO REGIONALIZADO: UM ESTUDO DA CRIAÇÃO DA COOOPERATIVA A1 DO MUNICÍPIO DE DESCANSO, SC. Unoesc & Ciência - ACSA, 6(2), 187-196. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/acsa/article/view/8510