A GESTÃO ESCOLAR FACE AO FENÔMENO DA VIOLÊNCIA

Autores

  • Adinéia Parizotto Universidade do Oeste de Santa Catarina – Unoesc Xanxerê
  • Sonia Marta Alberici Universidade do Oeste de Santa Catarina -Unoesc Xanxerê

Resumo

Neste artigo teve-se como objetivo analisar qual a reação dos diretores de escolas de educação básica de Xanxerê, SC e propor pontos de ação em gestão escolar, quando eles são chamados a se posicionar sobre fenômenos específicos de violência vivida em outros contextos acadêmicos. A metodologia utilizada baseou-se em pesquisas bibliográficas, a fim de eleger um quadro teórico, e notícias que relatam, em níveis nacional e internacional, a perspectiva de posição sobre o tema, considerando o elevado número de notícias relacionadas à violência escolar e os dados empíricos obtidos por meio de um questionário. Depois de concluir este trabalho, observaram-se dois entendimentos para insistir sobre o resgate de mudanças e sobre a transferência do aluno, com a finalidade de acabar com a violência na escola.

Palavras-chave: Violência na escola. Gestão escolar. Posicionamento dos gestores. Jornal Folha de São Paulo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adinéia Parizotto, Universidade do Oeste de Santa Catarina – Unoesc Xanxerê

Acadêmica do curso de Ciências Biológicas

Sonia Marta Alberici, Universidade do Oeste de Santa Catarina -Unoesc Xanxerê

Professora da Universidade do Oeste de Santa Catarina, atuando nos cursos de Licenciaturas

Downloads

Publicado

2015-11-27

Como Citar

Parizotto, A., & Alberici, S. M. (2015). A GESTÃO ESCOLAR FACE AO FENÔMENO DA VIOLÊNCIA. Unoesc & Ciência - ACHS, 6(2), 125–132. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/achs/article/view/7930