Avaliação e o processo da formação acadêmica

  • Daniela Regina Bösing UNoesc
  • Roque Strieder Unoesc

Resumo

O objetivo deste estudo é refletir a avaliação, considerando parte de sua contextualização e implicações junto ao processo de aprendizagem. Pretende-se ressaltar a importância da formação acadêmica como uma das condições para realizar a avaliação no sentido próprio da expressão. Objetiva-se também considerar as raízes que transformaram a avaliação em práticas de exames discernindo ambas para criar desejos de superação. Conhecer o lado perverso da prática de exames, seu peso ideológico e classificatório, de inúmeros contingentes humanos, pode ser indicador do negar-se ser mais um agente desse processo seletivo. O processo avaliativo, rebuscado em sua concepção originária, transforma-se em ato de acolhimento. Conjectura-se que, quando as crianças forem acolhidas e aceitas nas escolas em suas individualidades, potencialidades e limitações, a aprendizagem seja qualificada. Esse é um desafio que culmina em atividades educacionais do coletivo da comunidade. Nas comunidades, como o ambiente de sala de aula, a avaliação se efetiva como uma ação do amar.

Palavras-chave: Avaliação. Aprendizagem. Aceitação e amar.

Publicado
15-08-2011
Como Citar
Bösing, D. R., & Strieder, R. (2011). Avaliação e o processo da formação acadêmica. Unoesc & Ciência - ACHS, 2(1), 39-48. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/achs/article/view/569