AS RAÍZES DO PENSAMENTO NIETZSCHIANO

  • Anderson Luiz Tedesco UNOESC
  • Clenio Lago Unoesc

Resumo

O presente artigo tem como objetivo discutir a respeito das raízes do pensamento nietzschiano, apresentando compreensões históricas na unificação dos Estados na nação alemã e as tendências intelectuais que influenciaram na formação do espírito autônomo e na constituição das mordazes críticas de Nietzsche à cultura decadente. Trata-se de pensar nos valores morais, políticos, econômicos, educacionais e religiosos constituídos em uma cultura cristã decadente. Para tanto, realizou-se um estudo de caráter bibliográfico, com base nos escritos de estudiosos do pensamento de Nietzsche e nas obras do próprio filósofo das “marteladas”, concluindo-se que para Nietzsche os espíritos livres são aqueles que devem questionar o sentido do existir sem se deixarem aprisionar pelas garras das convicções filosóficas, religiosas, políticas, econômicas e educacionais – adversas à vida, e adaptar-se a novas perspectivas da vida como pluralidade cultural.

Palavras-chave: Cultura. Nietzsche. Vida.

 

 

Publicado
10-06-2013
Como Citar
Tedesco, A. L., & Lago, C. (2013). AS RAÍZES DO PENSAMENTO NIETZSCHIANO. Unoesc & Ciência - ACHS, 4(1), 87-100. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/achs/article/view/2519