Tipos de personalidade e satisfação no trabalho de profissionais do magistério de uma escola estadual da rede pública de ensino pertencente à 5ª gerência de educação (Gered) do município de Xanxerê

  • Zilmara Aparecida Maciel
  • Cleocimar Aigner Paludo
  • Ana Paola Grando
  • Fábio Augusto Lise Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC
Palavras-chave: Satisfação, Tipos de personalidade, Docentes

Resumo

Este estudo está vinculado à linha de pesquisa de Educação, Diversidade e Inclusão Social do Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio Cultural (GEPPAC) da Universidade do Oeste de Santa Catarina. O objetivo nesta pesquisa foi analisar a relação entre a tipologia das personalidades de Holland e a satisfação com a natureza do trabalho. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa descritiva, aprovada pelo CEP da Unoesc Xanxerê, cujos sujeitos foram sete docentes de uma escola da rede pública de ensino de Xanxerê, SC. Para a coleta de dados foi utilizada a Escala de Satisfação no Trabalho, validada para o contexto nacional por Siqueira (2005), e análise documental das Atribuições dos Profissionais do Magistério, de acordo com a SED, para atender às seguintes dimensões de análise: a personalidade relacionada às atribuições de cargo, a satisfação com a natureza do trabalho e a relação da satisfação com a natureza do trabalho e o tipo de personalidade. Dos sete profissionais participantes da pesquisa, seis apresentaram similaridade entre a tipologia de personalidade e a atribuição do cargo que exercem, resultando na identificação com a área e a função exercida. Cinco demonstraram alto grau de satisfação com a natureza do trabalho, expressando autoconhecimento por meio da escolha profissional e grande identificação com a função. Dois profissionais apresentaram alto grau de insatisfação com a natureza do trabalho em decorrência da má remuneração e da desvalorização para com a qualificação do trabalho desempenhado. Foi constatado que o profissional que possui autoconhecimento de sua personalidade apresenta maior identificação com o trabalho exercido, resultando em uma maior satisfação profissional.

Referências

CABALLO, V. E. Los componentes condutales de la conduta assertiva. Revista de Psicologia General y Aplicada, v. 37, n. 3, 1982.

COVEY, S. Liderança baseada em princípios. São Paulo: Cultrix, 1998.

DELPRETTE, Z. A. P. DEL PRETTE, Almir. Base conceitual da área das habilidades sociais. Psicologia das Habilidades Sociais na Infância Teoria e Prática. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

GUEZ, W.; ALLEN, J. Orientação. França: Unesco, 2000.

HOLLAND, J. L. Aelecciónvocacional, teoria de lascarreras. México: Editorial Trillas, 1973.

HOLLAND, J. L. Making vocational choices: A theory of vocational personalities and work environments. 3. ed. Odessa, FL: Psychological Assessment Resources, 1997.

INSTITUTO PAULO MONTENEGRO. Ser professor: uma pesquisa sobre o que pensa o docente das principais capitais brasileiras. Estudos & Pesquisas Educacionais, São Paulo, n. 1, p. 17-61, maio 2010.

MARTINEZ, M. C.; PARAGUAY, A. I. B. B. Satisfação e saúde no trabalho: aspectos conceituais e metodológicos. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, v. 6, p. 59-78, 2003. Disponível em: www.revistasusp.sibi.usp.br. Acesso em: 9 abr. 2017.

NÓVOA, A. Profissão docente. Lisboa: Porto Editora, 1992.

ROBBINS, S. P. Comportamento organizacional. São Paulo: Prentice Hall, 2005.

SILVA, M. de L. R. da. Personalidade e Escolha Profissional: Subsídios de Keirsey e Bates para a Orientação Vocacional. São Paulo: Pedagógica e Universitária, 1992.

SIQUEIRA, M. M. M. Esquema mental de reciprocidade e influências sobre afetividade no trabalho. Natal: Estudos de Psicologia, 2005.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação Profissional. 8. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

TEIXEIRA, M. A. P.; CASTRO, G. D.; CAVALHEIRO, C. V. Escalas de Interesses Vocacionais (EIV): construção, validade fatorial e consistência interna. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 13, n. 1, p. 179-186, jan./mar. 2008.

TURATO, E. R. Tratado de metodologia da pesquisa clínico-qualitativa: construção teórico-epistemológica, discussão comparada e aplicação nas áreas da saúde e humanas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

Publicado
28-05-2019
Como Citar
Maciel, Z. A., Paludo, C. A., Grando, A. P., & Lise, F. A. (2019). Tipos de personalidade e satisfação no trabalho de profissionais do magistério de uma escola estadual da rede pública de ensino pertencente à 5ª gerência de educação (Gered) do município de Xanxerê. Unoesc & Ciência - ACHS, 10(1), 55-62. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/achs/article/view/20329