Assédio moral no ambiente de trabalho: dimensões conceituais, legislativas e psicológicas

Autores

  • Patrícia Behrend Universidade para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí - UNIDAVI
  • Michela da Rocha Iop Universidade para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí - UNIDAVI

Resumo

Neste trabalho objetivou-se descrever o assédio moral no ambiente de trabalho, a fim de elucidar o fenômeno por meio de pesquisa teórica nas áreas jurídica e psicológica e, assim, caracterizar esse universo de forma que a descrição apresentada contribua para a divulgação e o esclarecimento sobre o assunto e suas consequências à saúde dos trabalhadores. É sabido que o assédio é um fenômeno psicossocial, com crescente presença em diversas áreas do convívio humano, manifestado de maneira importuna, insistente, humilhante e degradante. Uma forma de violência, historicamente presente, porém ainda pouco estudada e difundida, apesar dos prejuízos psicológicos, morais e sociais que pode causar. Os resultados indicam a necessidade de pensá-lo em uma perspectiva coletiva, especialmente no âmbito da prevenção.

Palavras-chave: Assédio moral. Direito. Psicologia. Saúde do trabalhador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Behrend, Universidade para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí - UNIDAVI

Graduação em psicologia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina, Brasil(2009), Pós-Graduanda em Psicologia Organizacional e do Trabalho pela Universidade Católica Dom Bosco, MBA em Gestão Estratégica em RH e Liderança Coaching (em curso) pela Unidavi.

Michela da Rocha Iop, Universidade para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí - UNIDAVI

Psicóloga pelo Centro Universitário Franciscano; Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora do Curso de Psicologia da Unidavi.

Downloads

Publicado

2017-06-05

Como Citar

Behrend, P., & Iop, M. da R. (2017). Assédio moral no ambiente de trabalho: dimensões conceituais, legislativas e psicológicas. Unoesc & Ciência - ACHS, 8(1), 15–22. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/achs/article/view/12590