UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE COMO UM DIREITO FUNDAMENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Autores

  • Carlise Inês Groth Lezonier UNOESC
  • Diego Souza Lezonier Unoesc

Resumo

A educação é direito fundamental porque permite a instrumentalização dos demais. Sem conhecimento, não há o implemento universal e de fato dos demais direitos, já que a ignorância leva a uma passividade generalizada que impede questionamentos. Mas, com este artigo, foca-se principalmente no padrão de qualidade, que aparece no inciso VII do art. 206 da Constituição. É de fundamental importância que se olhe cada vez mais não apenas se há escolas, mas quais escolas existem hoje como opção de educação para crianças e adolescentes. Com esse propósito, a discussão perpassa por uma análise e um entendimento do que é uma educação de qualidade. A educação deve enfrentar essa complexidade e fugir da visão reducionista que separa de maneira irredutível sujeito/objeto, sentimento/razão, alma/corpo. O conhecimento deve reconhecer esse caráter multidimensional do ser humano. O texto procura demonstrar a importância de uma educação que possua sentido/significado para os alunos, e não conhecimentos que estejam totalmente desvinculados de sua realidade. Não é possível exigir criatividade, tomada de iniciativa, posições e questionamentos por parte dos alunos se a forma como o professor conduzir a aula não abrir espaços e momentos para que assim ocorra, com vistas à promoção de um ser humano mais crítico, mais humano.

Palavras-chave: Processo de ensino-aprendizagem. Sentido/significado. Educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlise Inês Groth Lezonier, UNOESC

Psicóloga graduada pela Unoesc (2011). Pós-Graduada em Saúde Mental e Coletiva - Unoesc (2013) e Psicopedagogia- UCDB(2015)

Diego Souza Lezonier, Unoesc

Formado em Ed. Física pela Unoesc (2010). Pós-graduado em Direitos Fundamentais da Criança, Adolescente e Família. (2015)

Downloads

Publicado

2016-12-01

Como Citar

Lezonier, C. I. G., & Lezonier, D. S. (2016). UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE COMO UM DIREITO FUNDAMENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. Unoesc & Ciência - ACHS, 7(2), 263–270. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/achs/article/view/11964